Visite minha loja no Solidarium

Coruj'arts

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Feliz Natal



Sei que estou ausente, mas não poderia deixar de vir aqui,
desejar a todos os leitores, (até os que vêm até mesmo que
não haja nenhuma atualização) para desejar um

Feliz Natal 
e um 2010 
repleto de realizações

Grande e fraterno abraço a todos!


sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Desalento

Oi Pessoas... estava com saudades de postar... saudade dos leitores, dos seguidores, das maravilhas que encontro em outros blogs, enfim...
Depois do que aconteceu por aqui, (o falecimento do meu pai) tudo ficou meio cinza, sem sentido, sem perfume! Mas, a vida vai se acertando aos poucos não é? E é assim que vou levando e contando meus dias, e escrevendo-os nas páginas do livro da vida.
A vida não pára, o tempo passa, nós vamos ganhando cabelos brancos, linhas de expressão mais fundas, também perdemos alguns quilos (pois é, foi o que aconteceu comigo) mas no final de tudo, continuamos a ser quem somos, é claro, que com uma bagagem mais pesada... aprendemos que tudo na vida é ganhar ou perder, cabe a cada um de nós decidir o que vai querer ser: um perdedor ou um vencedor!
Eu me sinto melhor sim, "mas há dias em que nada faz sentido, e os sinais que me ligam ao mundo, se desligam... eu sei que uma rede invisível irá me salvar, que o impossível me espera do lado de lá, e eu salto pro alto, eu vou em frente, de volta pro presente..."
Bom sem mais, quero deixar aqui mais um poema, fruto de dias difíceis resultado das peripécias de nossa vida!



Meus dias são cinzas no tempo
Minha vida está em preto e branco
Como um retrato antigo e empoeirado
O brilho radiante da esperança se foi
Não há contrastes entre os sonhos
Um conflito entre o real e o ideal
Suprime a centelha de paz
E a quietude que em mim havia
Minh’alma está num poço obscuro
Frio, intimidador e inóspito
E por hora não há possibilidades
De uma libertação definitiva...
Oh luz fulgurante onde estás?
Em qual fenda vou encontrá-la?
Venha depressa libertar-me!

Abreijos

Silvio Luiz

domingo, 18 de outubro de 2009

Um tanto ausente

Oi pessoas! Saudades!
Estou ausente do blog, por falta de tempo mesmo (o mal do século), e o pouquinho que me resta entre tudo, é preciso dividir entre a família e um projeto que é o espaço que apresento agora pra vocês:

O Blog do CLIRC-Centro Literário Rio Claro, do qual sou membro.
Acessem, conheçam e comentem!



Logo, estarei com atualizações por aqui.

Abreijos

domingo, 27 de setembro de 2009

A morte

À meu pai, ao pai de uma amiga
que faleceu hoje pela manhã,
e por todos aqueles que tiveram
o mesmo e triste caminho...



Súbita, enigmática e até cruel
Chega sem dar advertências
E ante um vasto campo vívido
Ceifa vidas inocentes
Extraindo delas o doce espírito
Deixando apenas o vazio
Daquilo que um dia existiu
E que agora torna-se
Nada mais que uma lembrança
Intocável e sem expressão.
Às vezes vem como amiga
Por encerrar o sofrimento
Noutras, como inimiga
Por abreviar um amplo caminho
Cheio de realizações e sonhos
Que agora esvaziam-se
Perdem sentido e cor
Restando apenas o cinza
Da saudade e a consternação
De quem ficou.

Silvio Luiz

domingo, 20 de setembro de 2009

Giramundo e Promoção

Oi pessoas!
Final de semana e mais dobras por aqui! Dessa vez dobrei mais um giramundo, ansioso pelas pecinhas do Projeto Giramundo idealizado pela Cáu do blog Pano e Papel, onde 60 participantes, contabilizando 600 dedinhos, inscreveram-se. Eis o giramundo:



Para executá-lo, usei 60 retângulos de 7,5cm por 5,4cm, seguindo o diagrama do Nick Robinson, que está aqui. Para ajudar na execução há um vídeo disponível aqui. Vale a pena!

Quanto à Promoção de aniversário do blog, já temos o primeiro premiado:

nº5000 - Jacqueline
nº5005
nº5010

Falta o segundo e o terceiro. Vou aguardar mais alguns dias para que se manifestem!
Abreijos!

sábado, 19 de setembro de 2009

Mais origami

Oi pessoas!
Bateu aquela vontade de dobrar papel e navegando pela internet pela lista de blogs dos amigos que me acompanham, encontrei o blog Aline Origamis, com um vídeo ensinando a dobrar a "moldura". É claro que já me aventurei nessa, e adorei a idéia! A rosinha já estava pronta e guardada.
Justificar


Também me arrisquei a dobrar uma mandala de tsurus que encontrei no blog OrigaMila. Parece ser difícil, mas só parece.





Lembrete: Fiquem de olho no contador que já marca 4870 visitas, e não se esqueçam dos números da promoção de aniversário do blog; falta bem pouco. Abreijos

domingo, 13 de setembro de 2009

Pensamentos 5

"Uma das condições necessárias para sonhar é que você tenha o amanhã, e o amanhã não é categoria, espaço mais além de mim mesmo, à espera de que eu chegue lá. O meu amanhã é o hoje que eu transformo. Mas é impossível sonhar se você não tiver sonhos de amanhã."

(Paulo Freire)

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

ATENÇÃO

Oi pessoas!
Venho aqui para relembrá-los sobre a promoção de aniversário do blog.

O contador de acessos, contabiliza 4507 visitas. Estamos nos aproximando dos números premiados. É hora de ficar bem atento.
Se você ainda não sabe como participar, clique no link ou na imagem e saiba como!

http://momento-slm.blogspot.com/2009/07/aniversario-do-blog-promocao.html

Vamos lá pessoal, agora falta pouco!
Vamos agitar isso aqui! =D

Abreijos
Silvio Luiz

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Selos

Olá pessoas!
Venho aqui postar os selinhos que recebi.
Vou postar seguindo a ordem de indicação:

Esse aqui, recebi da Cris do blog Anima. Obrigado pelo carinho Cris!


Regras:
1-Postar o nome do blog que indicou o selo;
2-Indicar 10 blogs e avisá-los e,
3-Verificar se os blogs indicados estão cumprindo as regras!

Meus indicados são:
Construindo Pontes
Transformando papel em surpresas
Jaque Sou
Meu Mundo Quadrado
Pour Toi
Eu vou gritar pra todo mundo ouvir
Efigênia Coutinho e sua poesia
Amo Papel
PaolArt's
Olhe e Game


-----@-----


Esse selo, recebi do Davi, do blog Espírito da meia-noite. Agradeço imensamente ao amigo Davi pelo incentivo!

Regras:
1-Mostrar o selo no seu blog;
2-Divulgar o blog que mandou o selo;
3-Indicar seis blogs que também são cultura.
4-Responder à pergunta: "O que um blog precisa ter para ser cultura?"

Meus indicados são:
Amo Papel
Construindo Pontes
Eu vou gritar pra todo mundo ouvir
Jaque Sou
Meu Mundo Quadrado
Pour Toi



Quanto à pergunta, creio que para ser cultura, é preciso gostar do que se faz, estar atento as novidades, atento aos possíveis erros, ser sincero e verdadeiro com os leitores.


-----@-----


E esse terceiro selo recebi também da Cris do blog Anima, a qual agradeço mais uma vez pelo carinho.


Regras:
1-Postar o selo;
2-Colocar no post o nome do blog que indicou o selo;
3-Escrever uma mensagem de agradecimento ao blog que te indicou;
4-Escrever cinco características sua;
5-Indicar o selo a mais 5 blogs.

Como já disse anteriormente, agradeço à Cris pelo carinho e incentivo depositando em mim! E visitem o blog Anima, e surpreendam-se!
Valeu Cris!

Quanto às características, quando sou amigo sou mesmo!; procuro ser sincero; às vezes sou chato com quem fica "pegando no meu pé"; às vezes sou calmo, noutras vezes elétrico, vario entre os extremos!

Meus indicados são:
Amo Papel
Costruindo Pontes
Eu vou gritar pra todo mundo ouvir
Jaque Sou
Pour Toi

É isso pessoal!
Agradeço mais uma vez os amigos Davi do blog Espírito da meia-noite e a Cris do blog Anima.
Visite-os, realmente vale a pena!
Abreijos!!!

domingo, 6 de setembro de 2009

Momentos



"Mas há dias em que
nada faz sentido"

A noite fria e escura cai
Inocente e silenciosa.
No coração a solidão se eleva
E a alma se desfaz em pranto.
Uma saudade cortante como navalha
Atinge o corpo como num golpe
E vai retalhando toda a calma
E a paz reinante até então.
Uma dor toma conta de tudo
E tudo o que era certo
Já não mais o é.
Pedaços de amor vão se espalhando.
Uma lágrima nasce e desliza
No rosto marcado pela incerteza.
O tempo consome os sentimentos.
A quietude se desfaz.
Transcender tudo?
Impossível...
Marcas não se apagam
E enquanto eu existir
Momentos como esse
Se farão presentes
Acostumar-se com eles?
Jamais...
Vivo porque não há outra saída!

Silvio Luiz

Créditos da imagem: http://vidacoletiva.blogspot.com/2009_07_01_archive.html

terça-feira, 1 de setembro de 2009

Lembranças

O amor nasce de quase nada
e morre de quase tudo.
(Ives Vaet)




No silêncio do meu quarto
E na quietude de minh’alma
Pensei em ti!
E esse pensamento
Trouxe à tona
Lembranças...
Como a do teu beijo
Com teus lábios urgentes
À procura dos meus
Do teu toque carinhoso
Percorrendo suavemente meu corpo
Do teu misterioso olhar
Que decifrava meus sentimentos
Do teu amor sublime
E incondicional...
Indaguei-me o porquê do fim
Onde foi que eu errei?
Será que ainda pensa em mim?

Silvio Luiz

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Prayers - ERA



Prayers

True faith brings you the light
Spreading the words of love and peace
Whatever your religion
Prayers bring you the light
Illuminating the world with love and peace

Never mind the shape of your church
The kindness of your heart will prevail

Traduzindo:

Orações

A verdadeira fé traz à luz
Espalhando as palavras de amor e paz
Seja qual for sua religião
Orações irão trazê-lo à luz
Iluminando o mundo com amor e paz

Não importa o formato de sua igreja
A bondade de seu coração irá prevalecer



Quer saber mais sobre o ERA?
Acesse
http://era-music.artistes.universalmusic.fr/accueil.php?lang=en


quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Uma flor para você!



Ofereço esta flor a todos os seguidores,
leitores e todos aqueles que visitam
o Blog Momento!
Não haveria graça em postar
Sem vocês por aqui!

Obrigado, obrigado, obrigado!
Abreijos!



Diagrama desta peça disponível em: http://origami.paginas.sapo.pt/flor%20de%20lapela.htm


segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Carta aberta a meu pai



Oi Pai! Como é que você está? Eu espero que esteja bem.
Pois é, você deve estar se perguntando o porquê eu estou escrevendo. Sabe como é não é? Bateu saudade, e já faz um tempinho que não nos falamos.
Bem, por aqui, não sei se você sabe, mas, está tudo muito complicado depois que você resolveu fazer essa viagem longa de última hora. Todos aqui estão com saudades de você. Eu sinto falta do seu cafezinho nem tão forte e nem tão fraco, de todas as manhãs; a mãe vive falando nas coisas que você deixou para nós cuidarmos, no sentido de que, não saberemos cuidar de tudo, do jeito que você costumava fazer; o pequeno (que já não é tão pequeno assim) acha falta das saídas que costumavam fazer, assim que você voltava do trabalho; a mana não se conforma como o fato de você ter saído e nem ter esperado ela vir pra se despedir e até o cachorro fica procurando por você em tudo o que é canto! Chega a ser engraçado (risos).
A vósinha está aqui conosco também. Ela tem dado a maior força pra todos nós. Semana passada, ela queria ir à casa da bisa, então lá se foram ela, a mãe e a tia. E chegando lá perto, ela tropeçou, caiu, e se machucou. Não foi nada grave. Fez um cortezinho perto do olho, mas agora ela está bem. Foi um susto bem grande pra todos nós, mas tudo passou.
Quanto ao trabalho, é como você dizia: tem seus altos e baixos, mas, fica tranqüilo, que eu vou contornando as situações; você mesmo já me havia alertado sobre possíveis ‘encrencas’. E eu estou seguindo o seu conselho: fazer o que é pra fazer e tudo bem feito!
Ah! A mãe também está achando falta dos seus palpites nas costuras e nos artesanatos dela. Ela tem feito cada coisa bonita. É uma boa forma dela preencher o tempo, já que você não está por aqui.
O ‘pequeno’ está cada dia maior; mais um pouco e ele estará da minha altura. Ele dá um pouco de trabalho, você sabe, mas, é coisa da idade, e isso logo passa. Daqui um tempinho ele estará saindo da escola e já buscando o seu primeiro emprego.
A mana continua do mesmo jeito: trabalhando, comprando, gastando pra não perder o costume (risos). Ela tem vindo aqui, toda a semana, com o marido, que também sente sua falta.
No mais, é isso! As coisa não mudaram tanto assim, exceto pela tua ausência.
Bom pai, encerro por aqui; outra hora nos falamos mais.
Sua benção!
Fique com Deus!

Silvio Luiz

domingo, 16 de agosto de 2009

Procuro por ti

"Quem não sabe o que procura,
não percebe quando encontra."



Nos dias sombrios
De minha finita existência
Sinto-me como um objeto invisível.
Todos me olham, mas ninguém me vê
Escutam-me, mas não me ouvem
Falo sobre tudo, mas ninguém entende.
Estou como um barco à deriva
Sem rumo, sem destino...
Como um nômade
Vago pelas estradas da vida
Procurando por um sinal de tua existência
Para que a minha tenha sentido
Mas tudo o que vejo
É egoísmo, preconceito, miséria, injustiça.
Todos falam de ti
Contudo, não sei quem és!
Quando te apresentarás a mim?

Silvio Luiz


domingo, 9 de agosto de 2009

O Espírito




Uma homenagem ao Davi:
amigo, parceiro e seguidor do blog.


Vagando pelas ruas
Na densa escuridão da noite
Traduzindo sentimentos
Em versos e poesia
Ensina-nos o legado
Daqueles que se foram
Com exímia maestria.
No oceano das sensações
Ele paira meditante.
No abismo dos sentimentos
Ele mergulha intensamente.
Nos bosques da dúvida
Ele viaja serenamente.
Como um anjo destemido
Que num átimo
Atravessa o infinito
Ele está no meio de nós.
Sua presença é intrigante
E ao mesmo tempo instigante.
Inspiração divina
Que a todos nós ilumina.
Ele é o Espírito da meia-noite!

Silvio Luiz



sábado, 8 de agosto de 2009

Tributo a meu pai



Tributo a meu Pai

Por todos os dias que esteve presente em minha vida
Por todas as vezes que me chamastes pela manhã
Dizendo que eu precisava cumprir alguns deveres
Meus e teus, por não teres tempo para cumpri-los
Porque precisavas trabalhar para nos dar o sustento
Pelos cafezinhos de todas as manhãs
Que preparavas com tanto esmero
Pelos dias em que mesmo cansado de teu trabalho
Pegavas o carro e me levava ao meu
Pelas virtudes que com tanto amor me ensinaste
E que fez de mim um homem mais coerente
Decidido, corajoso, confiante, forte e justo
Pelo teu silêncio que me falava
Muito mais que mil palavras
Pela tua incansável fé na vida
Que me ensinou a tratá-la de forma mais compreensiva
Pela tua garra, que fez com que eu seguisse teus passos
E que fez de mim, o que hoje eu sou:
Um filho feliz por ter um Grande Pai
Que mesmo na ausência física, continua me ensinando
A ler as páginas do livro da vida que deixastes para nós
Que aqui no tempo presente ficamos.
Obrigado por tudo meu Grande Pai!

Silvio Luiz



sábado, 1 de agosto de 2009

Só de sacanagem - Elisa Lucinda

Poema de Elisa Lucinda, interpretado por Ana Carolina.



Meu coração está aos pulos!

Quantas vezes minha esperança será posta à prova?

Por quantas provas terá ela que passar? Tudo isso que está aí no ar, malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro, do meu, do nosso dinheiro que reservamos duramente para educar os meninos mais pobres que nós, para cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais, esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.

Quantas vezes, meu amigo, meu rapaz, minha confiança vai ser posta à prova?

Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?

É certo que tempos difíceis existem para aperfeiçoar o aprendiz, mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.

Meu coração está no escuro, a luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó e os justos que os precederam: "Não roubarás", "Devolva o lápis do coleguinha", "Esse apontador não é seu, minha filha". Ao invés disso, tanta coisa nojenta e torpe tenho tido que escutar.

Até habeas corpus preventivo, coisa da qual nunca tinha visto falar e sobre a qual minha pobre lógica ainda insiste: esse é o tipo de benefício que só ao culpado interessará. Pois bem, se mexeram comigo, com a velha e fiel fé do meu povo sofrido, então agora eu vou sacanear: mais honesta ainda vou ficar.

Só de sacanagem! Dirão: "Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo mundo rouba" e vou dizer: "Não importa, será esse o meu carnaval, vou confiar mais e outra vez. Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos, vamos pagar limpo a quem a gente deve e receber limpo do nosso freguês. Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau."

Dirão: "É inútil, todo o mundo aqui é corrupto, desde o primeiro homem que veio de Portugal". Eu direi: Não admito, minha esperança é imortal. Eu repito, ouviram? Imortal! Sei que não dá para mudar o começo mas, se a gente quiser, vai dar para mudar o final!

domingo, 26 de julho de 2009

Aniversário do blog + Promoção

Oi pessoas!
Entre tanto corre-corre da vida, somados aos últimos acontecimentos por aqui, nem me dei conta de que o blog já completou 1 ano de existência.



Foi no dia 1º de abril de 2008 que nasceu o Blog Momento. No começo era tudo muito incerto; fiz o blog mais por curiosidade mesmo, e eis que um ano (e uns meses e uns dias, rs) depois, ele ainda está aqui, e permanecerá enquanto eu estiver por aqui.

Neste tempo, conheci outros blogs e pessoas, os quais passaram a fazer parte da minha vida (sem mesmo, conhecê-los pessoalmente, salvo uma exceção); agradeço a todos vocês que me visitaram e me aturaram até aqui! =D

Então, para comemorar este 1 ano, anuncio-vos a “Promoção de Aniversário do Blog Momento”.

1 - Como concorrer?
Os visitantes que acessarem o blog com esses números de visitas,
- Nº 5000
- Nº 5005
- Nº 5010
Deverão tirar um Print Screen da tela, (veja o exemplo)



salvar a imagem e me enviar por e-mail para divulgação aqui no blog.

2 - Quem pode participar?
Pode participar qualquer visitante (seguidor do blog ou não), desde que siga a orientação do item 1 da promoção.

3 – Quais são os prêmios?
Os prêmios serão:
- 1 livro (Antologia – Clirc)
- 1 marca página
- 1 peça em origami (ainda vou decidir)

para cada premiado.

4 – Como receber o prêmio?
O premiado deverá enviar o Print Screen por e-mail, com seus dados: nome, e endereço para correspondência, visto que os prêmios serão postados via correio.

5 - E qual é o email?
O e-mail para contato é o: silviomauch@gmail.com



Peço a vocês meus amigos que me ajudem a divulgar a promoção!

E dependendo da aceitação e do sucesso dessa, vou promover outras promoções!

Qualquer dúvida, entrem em contato comigo pelo mesmo e-mail!
Um grande e fraterno abraço a todos!

Boa sorte

sábado, 25 de julho de 2009

Vida reticente

Oi pessoas!
É incrível como parece que somos preparados para aquilo que nos espera! Talvez uns não sintam como nós que escrevemos sentimos, (não que os outros não tenham sensibilidade, cada um manifesta seus sentimentos da forma que lhe cabe), mas para nós que transformamos esses sentimentos em palavras, tudo torna-se tão claro!
Digo-vos isto, porque o poema que trago hoje, é o que escrevi uns dias antes de acontecer o que aconteceu com meu pai!
Estava me sentindo muito angustiado, triste, depressivo, enfim... então resolvi escrever, e eis que surgiu este texto, que agora fica mais claro cada vez que o leio. Não que isso fosse um aviso, mas é tanta coincidência, que em muitos momentos penso, que de uma forma ou de outra somos avisados dessas coisas... para mim é um mistério tão grandioso, que como já disse, partirei deste plano e nunca compreenderei a imensidão dele!
Grande abraço a todos!

Vida reticente

A vida como sempre, reticente
Cheia de provocações e devaneios
Transforma o horizonte, antes azul
Num vermelho escarlate, gritante
As horas passam depressa
Os dias escorrem pelo calendário
O tempo ruge como fera esbravecida
Devorando aquilo que sou, ou que fui
Na calma aparente de uma noite gélida
Pergunto-me se ainda quero estar aqui
Mas, as vozes em minha mente
Não me respondem, aquietam-se
Então, o silêncio que se faz, entorpece-me
Reviro-me em prantos de angústia
E a solidão toma-me nos braços
Levando-me para fora da existência.

Silvio Luiz

quinta-feira, 23 de julho de 2009

Prêmio Blog Dourado


Oi pessoas!
Já que estava a configurar o blog, resolvi colocar a casa em ordem de uma vez!
Neste post apresento o Prêmio Blog Dourado, que recebi da Sônia, do Blog ... eu vou gritar pra todo mundo ouvir... e do Davi, do Blog Espírito da meia noite.
Agradeço imensamente o carinho de vocês!


Selo:
"É um prêmio que homenageia os melhores blogs e tem sua simbologia nas cores que utiliza.
A cor azul representa paz, profundidade e imensidão.
A cor dourada a sabedoria, a riqueza e a claridade das idéias.
O prêmio em si representa a união entre os blogueiros."

Regras:
Exibir o prêmio e o link de quem o premiou.
Premiar até outros 15 blogs, avisando seus responsáveis.


Meus indicados são:

Pour Toi
Cat's Art

Transformando papel em surpresas
Amo Papel
Efigênia Coutinho e sua Poesia

Anselmo Cardoso Martiniano

Olhe e Game
Meu Mundo Quadrado

Atualização

Oi pessoas!
Bem, já faz um mês que não faço nada por aqui, contudo, eu já havia pensado em mudar alguma coisa... e...
Como podem ver, layout novo, algumas coisas permanecem outras não... digamos que é um teste... gostei do novo estilo... mas não se assustem se um dia chegarem e encontrarem tudo diferente novamente!

Para não deixar tudo "em branco", deixo para vós um pensamento para que reflitam.
As coisas que gostamos nunca terminam, só tomam uma forma diferente... depende sempre do ponto de vista de cada um:


Aquilo a que a lagarta chama fim do mundo,
o homem chama borboleta.

(Richard Bach)




segunda-feira, 22 de junho de 2009

A ausência e o tempo



Oi pessoas... me ausentei por uns dias...
No dia 07 de junho, meu pai sofreu um infarte; fizemos o que podiamos fazer, mas foi tudo muito rápido e quando ele saiu de casa para o hospital, já havia falecido...
É tudo muito recente ainda... aqui em casa estamos vivendo o luto, que em minha crença pessoal penso ser bom!
Contudo, a vida não pára, e é necessário continuar a remar o barco, agora com dois remos nas mãos...
É muito triste saber que aquela pessoa que te acompanhou desde o dia de seu nascimento e esteve presente em cada passo e vitória alcançada, não estará mais ali (fisicamente falando)...
A ausência será sentida até o dia em que a terra levar-me também.
A perda de um ente querido, nos faz refletir muito sobre a brevidade da vida, e em como vivê-la da melhor forma possível, (sem extravagâncias, é claro)...
Eu morrerei e nunca entenderei o por que, que as pessoas que muito amamos e admiramos se vão...
Assim como o Davi Machado me disse, citando o dito popular "o tempo é mercúrio cromo", só ele mesmo para fechar a ferida que a vida abriu, todavia, a cicatriz permanecerá até o último suspiro.
Eu creio que Deus reservou um lugar para ele, e que também estás a confortar nosso coração.
O tempo amenizará a dor, mas jamais apagará a ausência...

Grande abraço a todos!

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Nos braços da poesia II

Nos braços da poesia
Deito-me e deleito-me.
Versos reversos
E por muitas vezes inversos
Seduzem-me como a noite
Gélida e pontilhada de estrelas.
Os versos aconchegantes
Acalmam-me
Colocam-me em estado de paz
Paz espiritual, paz física e mental.
O jogo das palavras
Encanta-me como um jardim
De belas e perfumadas flores.
Nos braços da poesia
Viajo... para longe, para perto
Para o passado, para o futuro.
Nos braços da poesia
O tempo não é mais tempo,
Mas eternidade
Onde viver não é só respirar
Mas amar a vida intensamente
E tudo a que ela pertence!

Silvio Luiz

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Oração matutina



A aurora vai chegando
As trevas se dissipam
A vida vai renascendo
Com todo seu brilho e magia

O céu pinta-se de azul
As flores mostram sua beleza
Exalam seu doce perfume
Aroma da mãe natureza

Os pássaros cantam lá fora
As borboletas voam de par em par
As mães amamentam seus filhos
Com amor e ternura singular

O agradecimento por mais um dia
Ecoa do meu coração
Tudo isso traduz a alegria
Na festa da criação

Obrigado meu Deus pela noite
Remédio e descanso do corpo
Obrigado meu Deus por este dia
De paz, de amor e de gozo.

domingo, 17 de maio de 2009

Uma prece a noite

Neste momento de ser
O que não mais sou
Saindo de cena
Meus olhos despedem-se
Da luz noturna
Clamando por descanso
Como também meu corpo
Anseia por repouso.
Neste instante
Minh’alma suspira
Por um recanto onde haja
Um pouco de paz
Um pequeno prêmio
Que uma noite de sono
A ela, proporcionará.
Antes porém de despedir-me
Ao Onipotente agradeço
Mais um dia recebido
E rogo que conceda
A este pobre servo
Um novo dia repleto de luz
Força, paciência e serenidade
Para enfrentar, entender
E aceitar que a vida
Mesmo que na maioria
Das vezes sofrida e dolorida
É muito curta pra não ser
Bem vivida!

terça-feira, 12 de maio de 2009

I believe in your silence


I believe in this silence
It releases me, comforts me
I will not support
If it leaves me
Give me peace and release me
Be the witness of my freedom
I want to be free
And I believe in your silence !



- Tradução -
Eu acredito neste silêncio
Ele me liberta, me conforta
Eu não suportaria
Se ele me abandonasse...
Dê-me a paz e conforte-me
Seja a testemunha de minha liberdade
Eu quero ser livre
E eu acredito no seu silêncio!


PS: arriscando-me no Inglês! Já tem uns dias que escrevi este, e só agora criei a coragem de postar.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Dois novos blog's

Oi povo... cá estou para contar-lhes as novidades:
Crie dois novos espaços na net; o Midnight Owl (Coruja da meia-noite), onde pretendo postar coisas que não postaria aqui, e o Artesanato na Cozinha, onde apresentarei os trabalhos manuais de minha mãe.

Todos vocês estão convidados a conhecer os novos blog's. Eles ainda estão em construção, mas, aos poucos vou melhorando tudo por lá!

Aproveito para agradecer as visitas que tenho recebido aqui!
Obrigado por aturarem os meus pobres poemas!

Abreijos
Silvio Luiz

domingo, 10 de maio de 2009

Parabéns Mamães!

História do dia das Mães

As mais antigas celebrações do Dia da Mãe remontam às comemorações primaveris da Grécia Antiga, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses. Em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimônias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo.

Durante o século XVII, a Inglaterra celebrava no 4º Domingo de Quaresma (40 dias antes da Páscoa) um dia chamado “Domingo da Mãe”, que pretendia homenagear todas as mães inglesas. Neste período, a maior parte da classe baixa inglesa trabalhava longe de casa e vivia com os patrões. No Domingo da Mãe, os servos tinham um dia de folga e eram encorajados a regressar a casa e passar esse dia com a sua mãe.

À medida que o Cristianismo se espalhou pela Europa passou a homenagear-se a “Igreja Mãe” – a força espiritual que lhes dava vida e os protegia do mal. Ao longo dos tempos a festa da Igreja foi-se confundindo com a celebração do Domingo da Mãe. As pessoas começaram a homenagear tanto as suas mães como a Igreja.

Nos Estados Unidos, a comemoração de um dia dedicado às mães foi sugerida pela primeira vez em 1872 por Julia Ward Howe e algumas apoiantes, que se uniram contra a crueldade da guerra e lutavam, principalmente, por um dia dedicado à paz.

A maioria das fontes é unânime acerca da idéia da criação de um Dia da Mãe. A idéia partiu de Anna Jarvis, que em 1904, quando a sua mãe morreu, chamou a atenção na igreja de Grafton para um dia especialmente dedicado a todas as mães. Três anos depois, a 10 de Maio de 1907, foi celebrado o primeiro Dia da Mãe, na igreja de Grafton, reunindo praticamente família e amigos. Nessa ocasião, a Sra. Jarvis enviou para a igreja 500 cravos brancos, que deviam ser usados por todos, e que simbolizavam as virtudes da maternidade. Ao longo dos anos enviou mais de 10.000 cravos para a igreja de Grafton – encarnados para as mães ainda vivas e brancos para as já desaparecidas – e que são hoje considerados mundialmente com símbolos de pureza, força e resistência das mães.

Segundo Anna Jarvis seria objetivo deste dia tomarmos novas medidas para um pensamento mais ativo sobre as nossas mães. Através de palavras, presentes, atos de afeto e de todas as maneiras possíveis deveríamos proporcionar-lhe prazer e trazer felicidade ao seu coração todos os dias, mantendo sempre na lembrança o Dia da Mãe.

Face à aceitação geral, a sra. Jarvis e os seus apoiantes começaram a escrever a pessoas influentes, como ministros, homens de negócios e políticos com o intuito de estabelecer um Dia da Mãe a nível nacional, o que daria às mães o justo estatuto de suporte da família e da nação.

A campanha foi de tal forma bem sucedida que em 1911 era celebrado em praticamente todos os estados. Em 1914, o Presidente Woodrow Wilson declarou oficialmente e a nível nacional o 2º Domingo de Maio como o Dia da Mãe.

Hoje em dia, muitos de nós celebram o Dia da Mãe com pouco conhecimento de como tudo começou. No entanto, podemos identificar-nos com o respeito, o amor e a honra demonstrados por Anna Jarvis há 102 anos atrás.

Apesar de ter passado quase um século, o amor que foi oficialmente reconhecido em 1907 é o mesmo amor que é celebrado hoje e, à nossa maneira, podemos fazer deste um dia muito especial.

E é o que fazem praticamente todos os países, apesar de cada um escolher diferentes datas ao longo do ano para homenagear aquela que nos põe no mundo.

Até a alguns anos atrás, o dia da mãe era comemorado a 8 de Dezembro, mas atualmente o Dia da Mãe é no 2º Domingo de Maio, em homenagem a Maria, Mãe de Cristo.

Disponível em http://www.mensagensvirtuais.com.br/mamae/historia.php





E com a canção Mãe, de Fábio Jr, quero deixar minha profunda gratidão à todas as Mamães!


terça-feira, 5 de maio de 2009

Encontrei-te adormecido

Procurei-te no espaço do tempo
E só encontrei o vazio das horas
Clamei por ti nos campos verdejantes
E só ouvi o farfalhar das folhas secas
Busquei-te pelas ruas frias
E só avistei maltrapilhos esquecidos
Perguntei por ti à misteriosa noite
E só obtive a escuridão como resposta
Indaguei por ti ao irmão sol
E tudo o que consegui foi seu calor
Esquadrinhei por entre as belas flores
E só pude sentir a mistura dos perfumes
Vasculhei dentro em mim
E encontrei-te adormecido...
E enquanto aí estiveres
O delgado fio da esperança
Não se romperá
E quando despertares
Tudo será renovado
Pela tua inefável força.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Homo sapiens x Ego

Olá pessoas. Cá estou para responder à pergunta correspondente à segunda regra do Prêmio Lemniscata.
Não chega a ser a resposta, mas sim uma indagação pobre, ante a situação atual da nossa humanidade ou sei lá... vejam por vocês mesmos!



A mesquinhez, a falta de bom senso, a falsidade e tantos outros sentimentos negativos são frutos do coração humano. Nossa sociedade (des)organizada produziu seres capazes de passar por cima de outros para “contar vantagem” sobre si mesmos. Erguemos altares em todos os cantos para saudar, venerar e adorar nosso Ego.
Como pode o homem sábio (homo sapiens), um ser dotado de inteligência, capaz de organizar suas idéias e desempenhar tarefas complexas que outros animais não seriam capazes, anular o outro para ser exaltado e celebrado entre outros? O ego na maioria das vezes fala mais alto!
O homem sábio vivendo em sociedade criou regras, parâmetros, modelos de vida, e vemos hoje, que mesmo com tanta inteligência, não é capaz de encontrar soluções para os problemas que vivenciamos: pobreza, violência, falta de ética e tantas outras coisas ruins que vemos todos os dias por onde passamos.
Caminhamos assim para a auto-destruição ou para uma nova evolução da espécie (se é que isso é possível)?
Só o tempo será capaz de dizer, mesmo que não fale!

E enquanto isso não acontece, permaneço aqui na blogosfera, inundando-a com meus parcos pensamentos.

sábado, 2 de maio de 2009

Prêmio Lemniscata


Selo Prêmio Lemniscata

Olá pessoas!
Estou muito feliz por receber mais um selinho: Prêmio Lemniscata!
Ele me foi repassado pela Suellem do blog
http://suellemboton.blogspot.com/

Agradeço imensamente pelo reconhecimento da minha arte, já que o prêmio é destinado aos blogs que “demonstram talento, seja nas artes, nas letras, nas ciências, na poesia ou em qualquer outra área e que, com isso, enriquecem a blogosfera e a vida dos leitores.” (Disponível em
http://creationslemniscata.blogspot.com/2009/04/premio-lemniscata.html)

As regras para esse prêmio são as seguintes:

1 - O premiado deverá expôr o selo no seu blog e atribuí-lo a 7 outros blogs que considere merecedores.

2 - O premiado deverá responder à seguinte pergunta: O que significa para si ser um Homo sapiens?

Quanto aos blogs, os indicados são:

http://panoepapel.blogspot.com/ (Cáu - pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)
http://espiritodameia-noite.blogspot.com/ (Davi – pela divina inspiração que muito me agrada)
http://donapoesia.blogspot.com/ (Maria das Neves – pela força, amor, empenho e dedicação com as letras)
http://martaorigamis.wordpress.com/ (Marta Ide – pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)
http://efigeniacoutinhopoesias.blogspot.com/ (Efigênia – pelas poesias e lindos sonetos que tenho prazer em ler)
http://amopapel.blogspot.com/ (Ivani – pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)
http://catarinasart.blogspot.com/ (Catarina - pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)

São algumas palavras apenas, mas todos os indicados fazem muito bem o que fazem! E isso nos engrandece, e muito!

Quanto à regra 2, logo volto pra responder!


Abreijos!

terça-feira, 28 de abril de 2009

Onde estás?



Oh! Musa dos meus sonhos
Quão solitário me encontro!
As luzes dos dias se foram
As noites já não tem mais
O brilho de antes
Não sinto o vento
Nem o perfume das flores
Estou mergulhado num abismo
De escuridão e mistério
Quero libertar-me, mas, sozinho já não posso
Oh Musa! Onde estás que não me ouves?
Procuro-te em todos os cantos em vão
Venha libertar-me da obscuridade
Em que encontra-se minh’alma
Traga teu brilho para iluminar minha vida
Venha meu sol, minha lua, meu céu estrelado
Só tu e mais ninguém tem esse poder
Liberta-me! Rompe o silêncio de minha casa
Venha! Espero-te em meus sonhos
Venha depressa salvar-me
Oh Musa! Onde te escondes?
Oh Musa! Onde estás?

sábado, 25 de abril de 2009

La Pasión

Contemplar um lindo pôr-do-sol
Sentir o vento acariciar o rosto
Viajar sem medo pelas estrelas
Com o auxílio da imaginação
Acreditar num amanhã melhor
Sabendo que alguém te espera
Para juntos dividirem momentos
De satisfação e felicidade
Colher belas flores
Pelos jardins da vida
Sonhar com um amor puro
Forte e eterno como as almas
Que nos dê asas
E nos faça ser livres
Como livres são os pássaros
Viver sem medo cada dia
De nossas vidas
Extirpando a solidão
Eis os sintomas de uma paixão
Essa força imensa que nos envolve
Como o mistério da criação.


Poema inspirado na canção Pasion interpretada por Sarah Brightman e Fernando Lima - Symphony Live in Vienna


quinta-feira, 23 de abril de 2009

Selinho: Este blog promove amizade!



Olha eu aqui de novo pessoas!
Depois de um bom tempo postando minhas “coisinhas” aqui no blog, eis que recebo o meu primeiro selinho!
Ele me veio da amiga Suellem do blog
http://suellemboton.blogspot.com/
É por isso que eu digo, que viver na “blogosfera” é bom demais!
Agradeço imensamente seu carinho Suellem!

Comigo também é assim, não conheço pessoalmente o povo que me visita, mas saibam que são sempre bem-vindos e estão no meu coração também!

Para que continue a corrente e mais amigos “blogosféricos” recebem o selinho, devo repassar a mais 10 “blog’amigos”, e são eles:

http://seminaristaanselmo.blogspot.com/ (Anselmo)
http://profeciacelestina.blogspot.com/ (Amanda)
http://panoepapel.blogspot.com/ (Cáu)
http://catarinasart.blogspot.com/ (Catarina)
http://efigeniacoutinhopoesias.blogspot.com/ (Efigênia Coutinho)
http://amopapel.blogspot.com/ (Ivani)
http://joelitontododia.blogspot.com/ (Joéliton)
http://olheegame.blogspot.com/ (Kaline)
http://martaorigamis.wordpress.com/ (Marta Ide)
http://nayanediniz.blogspot.com/ (Nayane)

Fiquei na dúvida entre premiar quem já havia recebido o selinho (porque os blogs que já receberam também são ótimos!), então acabei por encaminhá-lo a outros blogs que também promovem a amizade!

Mais uma vez agradeço o seu carinho Suellem!

Abreijos =D

Síndrome da bateria descarregada

Olá pessoas!
Abrindo o Yahoo para ler os meus e-mails, encontrei na página inicial esta matéria que me chamou a atenção pelo fato de estar passando por esta tal síndrome.
As orientações do Dr. Alessandro Loiola são bem interessantes, já que hoje prima-se pela melhoria da auto-estima e da saúde.
Repasso para vocês leitores, e espero que possam tirar proveito, assim como eu pretendo fazer!
Abreijos!



(BR Press) - Você certamente já sofreu deste mal: atingir a metade de um dia de trabalho como se tivesse corrido duas maratonas, o corpo afogado em um esgotamento indescritível. Ou então, ao terminar o serviço, chegar em casa com vontade de escrever "sarcófago" na porta do quarto e submergir em um sono semicomatoso por vários séculos.

Mas os séculos duram pouco mais de 6h. Logo o sol raia, a corrida recomeça e você se flagra com um olhar vazio, conjeturando enquanto contempla o salva-telas do Windows: onde foi parar toda aquela energia que achou ter acumulado no final de semana?

A Síndrome da Bateria Descarregada é mais comum do que se pensa. Além da sensação de fadiga eterna, ela pode incluir dores musculares, dores de cabeça, nervosismo, um certo sentimento de frustração para realizar até mesmo pequenas tarefas e aquela percepção subliminar de inadequação, algo como passar o dia considerando a possibilidade de que um planeta gélido e sem atmosfera poderia ser um ambiente mais favorável para sua sobrevivência do que aqui e agora.

Se você acha que seu dia-a-dia se encaixa na descrição acima, bom, receba minhas boas-vindas ao grupo. Você é outra vítima da síndrome. Mas ter as baterias descarregadas não significa correr para a primeira tomada segurando um par de fios desencapados. Existem maneiras mais simples e seguras de repor suas energias até o topo:

1) AUMENTE A INGESTÃO DE MAGNÉSIO

Ninguém presta muita atenção nele, mas o magnésio está envolvido em mais de 300 reações bioquímicas essenciais para o bom funcionamento do organismo incluindo a produção de energia a partir da glicose. Acelga, agrião, alcachofra, alface, alho, avelã, brócolis, cebolinha, centeio, cereais integrais, chicória, coentro, couve, espinafre, farinha de soja, germe de trigo, nozes, repolho, salsa e taioba são excelentes fontes de magnésio.

2) DÊ UMA VOLTA NO QUARTEIRÃO

Apesar de parecer um contra-senso, exatamente quando você estiver sentindo a exaustão mais profunda é a melhor hora para dar aquela caminhada. Uma caminhada é algo acessível, fácil de fazer, está ao seu alcance e não serão precisos treinamentos ou equipamento sofisticados. Pesquisas mostram que o bem-estar produzido por uma caminhada de 10 minutos pode durar várias horas.

3) TIRE UMA SONECA REJUVENESCEDORA

Uma inocente soneca de 60 minutos no meio do dia é capaz de reverter o abobamento provocado pelo excesso de informação, facilitando o raciocínio, a memória e o aprendizado. Resultados idênticos valem para boas noites de sono.

4) NÃO PULE REFEIÇÕES

Seu cérebro é um consumidor voraz de energia, daí a importância de manter sempre algumas gotas de combustível no tanque. Não saia de casa sem tomar um café da manhã adequado, almoce e jante de modo saudável, e faça pequenos lanches entre as refeições (p.ex.: comendo uma fruta ou uma barrinha de cereais).

5) REDUZA SEU ESTRESSE

O estresse é resultado da ansiedade. Assim como a preocupação e o medo, a ansiedade consume um bocado de energia. Você entrou nesta vida com nada e sairá dela com mais ou menos a mesma coisa. Não dê tanta importância a tudo. Ouça uma música, leia um livro, converse com um amigo pela internet. Semanalmente, pratique yoga ou meditação ou sexo selvagem ou meditação selvagem durante o sexo com yoga, enfim, o que quer que lhe diminua a tensão. Qualquer atividade sem tendências homicidas, capaz de combater sua ansiedade, repercutirá de modo positivo sobre os níveis de energia.

6) BEBA MAIS ÁGUA E MENOS ÁLCOOL

Algumas vezes, uma leve desidratação pode ser suficiente para produzir sintomas de cansaço e letargia. Beba mais água, pelo menos 10 copos todo dia. E evite consumir álcool próximo ao seu horário habitual de dormir.

7) SEJA CAFÉ-COM-LEITE

Adicionar um pouquinho de leite desnatado ao seu precioso café é uma dica quente. O leite torna o cafezinho um drinque protéico, oferecendo não apenas uma energia extra, mas também cálcio para os seus ossos.

8) GARANTA O EMPREGO DE SEU CLÍNICO GERAL

Confira periodicamente com aquele médico de confiança como anda sua tireóide, seu sangue e seu coração. Você leva seu carro para calibrar os pneus e os cachorros para um banho, não leva? Então tome jeito e dedique pelo menos um décimo desse empenho para cuidar da própria saúde.

(*) Dr. Alessandro Loiola é médico, escritor e palestrante. Autor de, entre outros livros, Para Além da Juventude - Guia para uma Maturidade Saudável (Editora Leitura). Fale com ele pelo e-mail aloiola@brpress.net ou pelo Blog do Leitor.

Matéria disponível em: http://br.noticias.yahoo.com/s/22042009/11/saude-sindrome-da-bateria-descarregada.html


quinta-feira, 16 de abril de 2009

Sentidos

Inebria-me teu sorriso
Tua voz me seduz
Embriaga-me teu aroma
Teus passos me conduz
À delícia eterna
De uma vida ilimitada
Bela, doce e sincera
Em meu coração, encerrada!

terça-feira, 14 de abril de 2009

Matemática da solidão

Difícil é não ter você
Para multiplicar momentos

Difícil é não ter você aqui para
Somar sentimentos

Difícil é não ter você aqui para comigo
Subtrair sofrimentos

Difícil é saber que sem você aqui
Não posso dividir meu intenso
Amor!

domingo, 12 de abril de 2009

...

Fixei meus olhos aos teus
E contemplando o teu ser
Vi-me coberto por mistério.
Teus olhos de espelho
Refletiram em mim
A imensidão do brilho
De uma alma que só busca
Uma pequena centelha de amor...
Encontro-a em ti?

Amor! Por onde vagas?

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Canção dos imperfeitos

Oi pessoas!
Partilho aqui com vocês, um verdadeiro ode à imperfeição humana!
Espero que gostem!
Abreijos



Canção dos imperfeitos
(Pe. Zezinho, scj)

E se for pra semear a esperança num jardim
E se for pra desculpar uma criança eu digo sim
E se for pra perdoar não tenho escolha
Também sou pecador, também preciso de perdão

Não sou santo nem sou anjo
E nem demônio eu sou só eu
Imperfeito, insatisfeito,
Mas feliz, aqui vou eu
Eu sou contradição,
Eu sou imperfeição,
Só Deus é coerente

Já sorri, já fiz feliz,
Já promovi, já elevei
Já chorei. já fiz chorar,
Já me excedi, já magoei
Eu tenho coração,
Mas sou contradição
Só Deus acerta sempre

Por isso eu canto esta canção,
Canção de amor arrependido
Ao Deus que é pai, ao Deus que é paz,
Ao Deus que é luz, ao Deus que é vida
Pois quando a gente cai
Deus age como pai Perdoa, perdoa
E torna a perdoar e ensina como amar
Eu sou contradição
Eu sou imperfeição,
Mas Deus, ele é perdão.



sexta-feira, 3 de abril de 2009

O tormento da realidade



O tormento da realidade

Vivendo os terríveis devaneios
De uma existência imbecil e sórdida
Coloco-me a pensar num futuro
Que por ora parece-me impossível
Ante tanta imundície e ignorância.
Disputas por poderes temporais
Que demonstram mais e mais
A desmoralização de tudo o que é belo
A profanação de tudo o que é divino
O descaso de todos para com tudo
Enfim! O mundo emporcalhado
Pela sujeira dos desvios de conduta
Que atacam os alicerces do mundo moral
Destruindo aquilo que seria ideal a todos
A paz, a felicidade, o amor, a serenidade.
Tudo o que é bom, fica cada vez mais distante
Dos nossos olhos que contemplam
Com horror a dura realidade...
O ideal é devorado pelo real
Como um faminto devora sua refeição
E depois cospe sobre o prato que o serviu.
Um sentimento absurdamente destrutivo
Invade minha mente, espírito e corpo
Como faca afiada que atravessa a carne
Num só golpe certeiro, que deslizando
Retalha tudo pela frente, inclusive os ossos!
Sinto ódio dessa “sociedade” podre e fétida
Fruto de idéias obsessivas e egoístas
De pessoas, se assim devo chamá-las,
Conturbadas e atormentadas pelos seus
Frios desejos de ter, ser e poder.
Um enorme desejo de fazer justiça
Com as próprias mãos, invade-me
E um pensamento percorre minha mente
Tão rápido quanto o fluxo de uma corrente elétrica:
Deitar ao chão tudo o que deturpa
A imagem da beleza do mundo.
Limpar a mácula e toda a podridão
Deste mundo moral já decaído
Mas, que ainda não se deu conta.
Polir a face da Terra de todo
Entulho imoral e anti-ético
E devolver o intenso brilho da Paz e da harmonia.
Olhando para toda a sujeira dos nossos dias
E o comodismo das pessoas em aceitar
Tudo isso, sem ao menos refletir
Penso estar vivendo no próprio inferno
Se de fato ele existe.
Chegarei a ver o dia em que o ser humano
Constatará a verdade sobre as coisas?
Verei a revolução da consciência
Que promoverá o bem?
Resistirei a todo esse horror?
Mesmo em meu estado de torpor
Diante dessa realidade temporal
Creio que isso seja impossível!

Silvio Luiz

sábado, 28 de março de 2009

Earth hour - Hora do Planeta


Olá pessoas! O destaque especial de hoje é para o movimento EARTH HOUR - HORA DO PLANETA!



Imagine o planeta inteiro de luzes apagadas por uma hora? Esta é a idéia do movimento 'Hora do Planeta', promovido pela 1ª vez no país pela Organização Não Governamental WWF-Brasil, que convida o mundo todo a mostrar sua preocupação com o aquecimento global e as mudanças climáticas, por meio de um ato simbólico: apagar as luzes por 60 minutos. O objetivo é chamar a atenção para o tema ambiental e fazer as pessoas pensarem sobre como podem ajudar.

Conhecido mundialmente como 'Earth Hour', a 'Hora do Planeta' será promovida no Brasil pela 1ª vez pelo WWF-Brasil e conta com a adesão e apoio do Rio de Janeiro , a primeira cidade brasileira a aderir à iniciativa. No mundo, mais de 170 cidades de 62 países já confirmaram que irão aderir.

Neste ano, a 'Hora do Planeta' ocorre no dia 28 de março, das 20h30 às 21h30, e pretende ter mais de mil cidades e 1 bilhão de pessoas em todo o mundo, todas apagando as luzes por uma hora.

Este movimento vem acontecendo desde 2007, quando contou com a participação de mais de 2 milhões de moradores de Sidney, na Austrália. Já em 2008, o movimento teve 50 milhões de pessoas, de 400 cidades em 35 países. Simultaneamente apagaram-se as luzes do Coliseu, em Roma, da ponte Golden Gate, em São Francisco e da Opera House, em Sidney, entre outros ícones mundiais.

Participação brasileira

No Brasil, este ano, o governo do Estado de São Paulo já se comprometeu em apagar das luzes da Ponte Estaiada, Monumento às Bandeiras, Viaduto do Chá, Estádio do Pacaembu, Teatro Municipal, Obelisco e Parque do Ibirapuera. Além dos monumentos públicos, instituições da cidade como o Edifício Copan, o Instituto Butantan e o MAM (Museu de Arte Moderna) já anunciaram a sua participação na Hora do Planeta e apagarão as suas luzes externas no próximo dia 28 de março, bem como prédios comerciais como World Trade Center, o Sheraton Hotel e a sede da Vivo, todos na região da avenida Berrini.

O Rio de Janeiro garantiu que que vai desligar as luzes dos principais cartões-postais da 'Cidade Maravilhosa', tais como Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Parque do Flamengo e a orla de Copacabana, que terá segurança reforçada.

Já em Brasília serão apagadas as luzes dos principais ícones da capital federal como Congresso Nacional, Catedral, Esplanada dos Ministérios, entre outros. Em Porto Alegre, a prefeitura do município confirmou que a estátua do Laçador e a Usina do Gasômetro serão os ícones gaúchos que ficarão no escuro por uma hora, das 20h30 às 21h30. Em Curitiba, os ícones da cidade que serão apagados são: Teatro do Paiol, Fonte dos Anjos, Torre da Biodiversidade, Estufa do Jardim Botânico, Linha Verde - Monumento de bambu, as fontes das praças Santos Andrade e Generoso Marques, portais de Santa Felicidade e Polonês, pista de atletismo da praça Osvaldo Cruz, e cancha polivalente da Praça Ouvidor Pardinho.

Manaus prometeu que irá apagar as luzes da fachada e interior do Teatro Amazonas, na cidade de Manaus, um importante ícone do norte do país, e do Largo São Sebastião.

http://br.noticias.yahoo.com/s/27032009/48/entretenimento-voce-aderir-movimento-hora-planeta.html


Manifeste-se também! Faça a sua parte!
Abreijos!

quarta-feira, 25 de março de 2009

Novidade(zinhas)

Olá pessoal... mais uma vez fiquei um tempo sem postar... ainda estou um tanto desmotivado!
Nesse meio tempo, andei fazendo umas pecinhas novas de origami e aprendi outras também, compensando assim a falta de motivação em postar aqui. Eis as novidade(zinhas):



O espírito criativo baixou, e resolvi criar um arranjozinho com rosas kawazaki. Quase não dá pra ver, mas o vasinho é feito com canudinhos de jornal, escurecido depois, com betume.



Após, vem esse enfeitezinho com tsurus, estrela e miçanginhas. Eu tinha uns pedacinhos de papel e não queria jogá-los, então pensei em fazer um desses! Afinal de contas, quando se fala em dobras, não há de se perder nada! =D



Esse aqui é o que chamam de anel de compostela. Eu já tinha visto o diagrama na internet, salvei no computador, com o intuíto de fazer um também, porque achei muito bonito! Depois de quase um ano, ei-lo aqui!



E por último, essa belezinha que é a coruja de Hideo Komatsu. Também encontrei o diagrama, salvei no computador, mas nunca me atrevi a fazê-la. Mas como sou apaixonado por corujas, é óbvio que eu teria de aprender a dobrar essa. Então, no final de semana passado, procurei por vídeos de origami no youtube, e encontrei o tutorial da corujinha. É lindinha demais. Sem sombra de dúvidas, essa não será a única!

E por falar em paixão por corujas, semana passada, a Dani me deu uma caixinha de presente, e adivinha o que está estampado na caixa? Mais óbvio impossível... =D Coruja



Anteriormente à essa caixinha, ela me deu um porta giz com apagador, lindo!, o qual já usei nos dias que me chamaram na escola para substituição de professores. Os alunos ficaram encantados com a peça. Também pudera, afinal é no capricho, veja só:




Bom, por ora é só!
Espero que tenham gostado!
Em breve, mais poemas pra vocês!
Abreijos!

domingo, 15 de março de 2009

Pensamentos 4

Considerações sobre o(s) erro(s)

Acabamos por entender e aprender nessa nossa curta jornada, que os erros não nos apresentam o ponto final da caminhada, mas constituem o ponto de partida para uma nova empreitada, tomando por base, as experiências que nos conduziram à eles. Errar não é o fim, mas sempre o recomeço de algo novo, ou até do mesmo projeto, mas, tomando os devidos cuidados para não cometê-los novamente! É inteligente aquele que aprende com os erros dos outros, e sábio se aprender também com seus próprios.

(Silvio Luiz)

Um fracassado é um homem que cometeu um erro e não é capaz de o transformar em experiência.

(E. Hubrard)

Nada de desgosto nem de desânimo; se acabas de fracassar, recomeça.

(Marco Aurélio)

O único modo de evitar os erros é adquirindo experiência; mas a única maneira de adquirir experiência é cometendo erros.

(Autor desconhecido)

Um homem nunca deve envergonhar-se por reconhecer que se enganou, pois isso equivale a dizer que hoje é mais sábio do que era ontem.

(Jonathan Swift)

domingo, 8 de março de 2009

Dia Internacional da Mulher

Olá pessoal!

Bem, como combinado na postagem de ontem, aqui venho para homenagear as Mulheres!

A rosa, o solitário, o coração são todos em origami que eu fiz exclusivamente para essa postagem onde quero parabenizar as mulheres pelo seu dia!



Uma rosa para você

Uma rosa para você que é especial
Uma rosa para perfumar o seu dia
Uma rosa para você que é feliz
Uma rosa que mostra que gosto de você
Uma rosa para te dar alegria
Uma rosa que é símbolo de amizade
Uma rosa que é sinal de ternura e respeito
Uma rosa pela sua feminilidade
Uma rosa que também pode mostrar saudade
Uma rosa cor de rosa
Para te dizer que a vida é valiosa
Uma rosa amarela
Para mostrar o quão a vida é bela
Uma rosa vermelha
Para dizer que a vida
É feita de amor e paixão
Uma rosa branca
Que é sinal de vida
Única e intransferível
Uma rosa para você que existe
E que faz da nossa vida
Um lugar melhor pra se viver
Uma rosa como essa
Para uma rosa como você
Que nos dá tudo isso
Sem pedir nada em troca.

Silvio Luiz

Encerro desejando a você Mulher, meus parabéns! Continue lutando sempre com amor, esse mesmo amor que nos trouxe à vida, e que nos acompanha para onde formos!
Abreijos!

sábado, 7 de março de 2009

"Mega" postagem

Olá pessoal!!!

Já são 5 dias sem postar nada... fiquei um pouco desanimado essa semana (resultado do calor somado a umas outras coisinhas - mas fazer o quê? é a vida não é?, mas confesso que estava com saudades!

Agradeço imensamente os comentários
recebidos nesse meio tempo!




Bem, como diz o título da postagem, tenho várias coisas pra dizer aqui. Fiquei pensando o dia todo em como fazer... Pensei postar uma coisa de cada vez e também pensei em postar tudo junto, que é o que acabei decidindo fazer!
Vamos lá então!

Na postagem anterior, falei sobre as caixinhas de giz, que a Dani trouxe em casa para que eu a ajudasse... pois bem, gostei tanto do trabalho que acabei me rendendo à ele, e resolvi fazer a minha própria caixinha



Tudo bem que a fotinho ficou um tanto escura, mas dá pra sentir não é? =D

E continuando, saí na quarta pra comprar papel para origami. Sem muito sucesso encontrei uns bem simples;



acabei comprando, mas não era bem o que eu esperava (não há muitas novidades por aqui!); contudo, simples ou não, tão logo cheguei em casa, e prontamente separei alguns desses papéis e já comecei a dobrar!
O meu vício agora é você (Omega Star)



É tão bonitinha essa estrela! Eu me apaixonei mesmo por ela... é que fiz várias delas em papel laminado de várias cores para uma tia colocar em sua árvore de natal ano passado!

Pois bem, na quinta, chegou o que eu estava esperando: o "Curso de Iniciação Logosófica"



É um livro distribuido de forma gratuita pela Fundação Logosófica. Eu o encontrei por um link no orkut num dia desses, e curioso, cliquei. Fui redirecionado para o site da fundação e me interessei por essa, por assim dizer: filosofia!
Vou estudá-la e assim que tiver uma idéia melhor do que seja a Logosofia, eu faço um post especialmente para isso.

Na sexta, fiquei pensando em organizar o quarto, (que está um verdadeiro "campo de batalha"ou melhor, parece uma cidade que foi atinginda por uma bomba... (risos)), pensei também no que postar no Dia Internacional da Mulher, e o que resolvi é que ofereceria à elas, aquilo que eu sei fazer: Origami e Poema!
Mas isso é só pra amanhã!
Por hoje é só!

Abreijos! =D


segunda-feira, 2 de março de 2009

Amigos + Artesanato

Olá pessoal!
Estar entre amigos é sempre bom... faz bem para o nosso corpo, mente e nossa alma, e quando somamos a isso o artesanato (que eu amo), é melhor ainda!
Nesta tarde, a Dani esteve aqui em casa com suas caixas de giz e todo o material para transformá-las...



E entre um bom papo e um cafézinho (porque ninguém é de ferro) estávamos fazendo a nossa arte... lixa aqui, pinta ali...



...risca aqui, corta ali, cola aqui e por ai vai...



Enfim...
Uma tarde perfeita! Nem o calor de hoje, que deveria estar marcado em uns 30 graus nos termomêtros, foi motivo de desânimo para nós!
Muito pelo contrário, entre tantos papéis, um mais bonito que o outro, a criatividade estava a todo vapor!
No final de tudo chegamos a esse resultado:





Um ótimo resultado por sinal! Amizade + artesanato é tudo de bom!!! Não é mesmo Dani? =D
A propósito, ela está vendendo essas lindas peças, e mais outras que estão por vir!

Quem é professor (a) ou não é, mas deseja presentear algum (eles merecem viu!), pode entrar em contato comigo pelo e-mail: silviomauch@gmail.com

Espero que tenham gostado!
Abreijos

domingo, 1 de março de 2009

Viver como as flores


Olá pessoal, segue a segunda postagem da série Momento de Reflexão.
Deixo aqui com você o texto "Viver como as flores". Recebi como a autoria sendo de Khalil Gibran, mas em uma rápida pesquisa pela internet mesmo, encontrei o mesmo texto, mas o autor era desconhecido.
Bom, sendo ou não de Gibran, a reflexão sobre ele é muito interessante!
Espero que gostem!
Abreijos =D

Viver como as flores

Era uma vez um jovem que caminhava ao lado do seu mestre. Ele perguntou:- Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes, outras mentirosas... sofro com as que caluniam...- Pois viva como as flores! - advertiu o mestre.- Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.- Repare nestas flores - continuou o mestre - apontando lírios que cresciam no jardim. Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas...É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros nos importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora... Não se deixe contaminar por tudo aquilo que o rodeia... Assim, você estará vivendo como as flores!

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Demian - Hermman Hesse

Olá pessoal, segue para vocês mais uma dica de leitura!

" A ave sai do ovo. O ovo é o mundo. quem quiser nascer tem que destruir um mundo." (p. 114)

"Quem quiser nascer tem que destruir um mundo" — destruir no sentido de romper com o passado e as tradições já mortas, de desvincular-se do meio excessivamente cômodo e seguro da infância para a conseqüente dolorosa busca da própria razão de existir: ser é ousar ser.



Desde seus primeiros livros Hesse conquistou um lugar certo ao lado dos maiores autores alemães de seu tempo, e com a tradução de suas obras para idiomas estrangeiros, tornou-se um nome consagrado em todo o mundo. Um fato a destacar foi o verdadeiro fascínio que o idealista escritor exerceu sobre as gerações posteriores à I Guerra Mundial, inquietas e perdidas em contradições.
Em Demian o autor narra, com grande sentido humanitário, o crescimento para a maturidade de Emil Sinclair, que sucumbe à influência de Max Demian, uma figura estranhamente possessiva. À medida que Sinclair progredia, através de uma educação ortodoxa e um misticismo filosófico que o encaminhavam em direção ao estado de autocompreensão, ele tinha sempre diante de si a imagem de Demian... até chegarem ao clímax de uma confrontação com o destino num sangrento campo de batalha.

Consideram muitos críticos internacionais que, pelo poder que teve de influenciar tantas gerações de leitores, Demian é das obras mais importantes de toda a bibliografia do excepcional escritor.



Tradutor - Translate

Visite-os também e surpreenda-se!