domingo, 1 de março de 2009

Viver como as flores


Olá pessoal, segue a segunda postagem da série Momento de Reflexão.
Deixo aqui com você o texto "Viver como as flores". Recebi como a autoria sendo de Khalil Gibran, mas em uma rápida pesquisa pela internet mesmo, encontrei o mesmo texto, mas o autor era desconhecido.
Bom, sendo ou não de Gibran, a reflexão sobre ele é muito interessante!
Espero que gostem!
Abreijos =D

Viver como as flores

Era uma vez um jovem que caminhava ao lado do seu mestre. Ele perguntou:- Mestre, como faço para não me aborrecer? Algumas pessoas falam demais, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes, outras mentirosas... sofro com as que caluniam...- Pois viva como as flores! - advertiu o mestre.- Como é viver como as flores? - perguntou o discípulo.- Repare nestas flores - continuou o mestre - apontando lírios que cresciam no jardim. Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas...É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros nos importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento. Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora... Não se deixe contaminar por tudo aquilo que o rodeia... Assim, você estará vivendo como as flores!

4 comentários:

Joéliton disse...

Oi..Gostei muito do texto, muito bom mesmo..abraçoos

Silvio Luiz disse...

Obrigado pela visita e comentário Joéliton!

=D

D M Machado disse...

olá Silvio!

Adorei amigo!
já tinha lido este texto, foi bom relembrá-lo!
seria mais um passo para o eterno "saber viver"?

Abraços

ps: obrigado pelos comentários sempre carinhosos!

Silvio Luiz disse...

Oi Davi!

Esse texto realmente é um presente!
Na correria do nosso dia-a-dia, em meio a tanto egoísmo e egocentrismo (muitas vezes de nossa parte mesmo) chega a ser difícil viver como as flores.
Vendo o que vejo chego até pensar que preferimos ser o tal esterco...

Mas creio que seria uma boa forma/regra/fórmula/passo/caminho para o eterno "saber viver" sim!

Também agradeço a sua participação aqui.
Fico muito contente, e isso ajuda-me a postar sempre!

Grande abraço e volte sempre!

=D

Tradutor - Translate

Visite-os também e surpreenda-se!