Visite minha loja no Solidarium

Coruj'arts

domingo, 12 de abril de 2009

...

Fixei meus olhos aos teus
E contemplando o teu ser
Vi-me coberto por mistério.
Teus olhos de espelho
Refletiram em mim
A imensidão do brilho
De uma alma que só busca
Uma pequena centelha de amor...
Encontro-a em ti?

Amor! Por onde vagas?

3 comentários:

Nayane disse...

Muito lindo esse poema.
Talvez o amor anda mais próximo do que imaginas...

Abraços*

D M Machado disse...

sim... acho que o amor NUNCA está longe, basta apenas agente estender as mãos sinceramente...
adorei o poema. é pequeno em quantidade e grande em qualidade, mostra muito....

até

Davi

Silvio Luiz disse...

Nayane, Davi: obrigado pelos comentários!!!
Me ajudam muito; acreditem!

O amor está ao nosso lado, mas na maioria das vezes, custa-nos a reconhecê-lo!

=D

Tradutor - Translate

Visite-os também e surpreenda-se!