sexta-feira, 29 de maio de 2009

Nos braços da poesia II

Nos braços da poesia
Deito-me e deleito-me.
Versos reversos
E por muitas vezes inversos
Seduzem-me como a noite
Gélida e pontilhada de estrelas.
Os versos aconchegantes
Acalmam-me
Colocam-me em estado de paz
Paz espiritual, paz física e mental.
O jogo das palavras
Encanta-me como um jardim
De belas e perfumadas flores.
Nos braços da poesia
Viajo... para longe, para perto
Para o passado, para o futuro.
Nos braços da poesia
O tempo não é mais tempo,
Mas eternidade
Onde viver não é só respirar
Mas amar a vida intensamente
E tudo a que ela pertence!

Silvio Luiz

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Oração matutina



A aurora vai chegando
As trevas se dissipam
A vida vai renascendo
Com todo seu brilho e magia

O céu pinta-se de azul
As flores mostram sua beleza
Exalam seu doce perfume
Aroma da mãe natureza

Os pássaros cantam lá fora
As borboletas voam de par em par
As mães amamentam seus filhos
Com amor e ternura singular

O agradecimento por mais um dia
Ecoa do meu coração
Tudo isso traduz a alegria
Na festa da criação

Obrigado meu Deus pela noite
Remédio e descanso do corpo
Obrigado meu Deus por este dia
De paz, de amor e de gozo.

domingo, 17 de maio de 2009

Uma prece a noite

Neste momento de ser
O que não mais sou
Saindo de cena
Meus olhos despedem-se
Da luz noturna
Clamando por descanso
Como também meu corpo
Anseia por repouso.
Neste instante
Minh’alma suspira
Por um recanto onde haja
Um pouco de paz
Um pequeno prêmio
Que uma noite de sono
A ela, proporcionará.
Antes porém de despedir-me
Ao Onipotente agradeço
Mais um dia recebido
E rogo que conceda
A este pobre servo
Um novo dia repleto de luz
Força, paciência e serenidade
Para enfrentar, entender
E aceitar que a vida
Mesmo que na maioria
Das vezes sofrida e dolorida
É muito curta pra não ser
Bem vivida!

terça-feira, 12 de maio de 2009

I believe in your silence


I believe in this silence
It releases me, comforts me
I will not support
If it leaves me
Give me peace and release me
Be the witness of my freedom
I want to be free
And I believe in your silence !



- Tradução -
Eu acredito neste silêncio
Ele me liberta, me conforta
Eu não suportaria
Se ele me abandonasse...
Dê-me a paz e conforte-me
Seja a testemunha de minha liberdade
Eu quero ser livre
E eu acredito no seu silêncio!


PS: arriscando-me no Inglês! Já tem uns dias que escrevi este, e só agora criei a coragem de postar.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Dois novos blog's

Oi povo... cá estou para contar-lhes as novidades:
Crie dois novos espaços na net; o Midnight Owl (Coruja da meia-noite), onde pretendo postar coisas que não postaria aqui, e o Artesanato na Cozinha, onde apresentarei os trabalhos manuais de minha mãe.

Todos vocês estão convidados a conhecer os novos blog's. Eles ainda estão em construção, mas, aos poucos vou melhorando tudo por lá!

Aproveito para agradecer as visitas que tenho recebido aqui!
Obrigado por aturarem os meus pobres poemas!

Abreijos
Silvio Luiz

domingo, 10 de maio de 2009

Parabéns Mamães!

História do dia das Mães

As mais antigas celebrações do Dia da Mãe remontam às comemorações primaveris da Grécia Antiga, em honra de Rhea, mulher de Cronos e Mãe dos Deuses. Em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimônias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo.

Durante o século XVII, a Inglaterra celebrava no 4º Domingo de Quaresma (40 dias antes da Páscoa) um dia chamado “Domingo da Mãe”, que pretendia homenagear todas as mães inglesas. Neste período, a maior parte da classe baixa inglesa trabalhava longe de casa e vivia com os patrões. No Domingo da Mãe, os servos tinham um dia de folga e eram encorajados a regressar a casa e passar esse dia com a sua mãe.

À medida que o Cristianismo se espalhou pela Europa passou a homenagear-se a “Igreja Mãe” – a força espiritual que lhes dava vida e os protegia do mal. Ao longo dos tempos a festa da Igreja foi-se confundindo com a celebração do Domingo da Mãe. As pessoas começaram a homenagear tanto as suas mães como a Igreja.

Nos Estados Unidos, a comemoração de um dia dedicado às mães foi sugerida pela primeira vez em 1872 por Julia Ward Howe e algumas apoiantes, que se uniram contra a crueldade da guerra e lutavam, principalmente, por um dia dedicado à paz.

A maioria das fontes é unânime acerca da idéia da criação de um Dia da Mãe. A idéia partiu de Anna Jarvis, que em 1904, quando a sua mãe morreu, chamou a atenção na igreja de Grafton para um dia especialmente dedicado a todas as mães. Três anos depois, a 10 de Maio de 1907, foi celebrado o primeiro Dia da Mãe, na igreja de Grafton, reunindo praticamente família e amigos. Nessa ocasião, a Sra. Jarvis enviou para a igreja 500 cravos brancos, que deviam ser usados por todos, e que simbolizavam as virtudes da maternidade. Ao longo dos anos enviou mais de 10.000 cravos para a igreja de Grafton – encarnados para as mães ainda vivas e brancos para as já desaparecidas – e que são hoje considerados mundialmente com símbolos de pureza, força e resistência das mães.

Segundo Anna Jarvis seria objetivo deste dia tomarmos novas medidas para um pensamento mais ativo sobre as nossas mães. Através de palavras, presentes, atos de afeto e de todas as maneiras possíveis deveríamos proporcionar-lhe prazer e trazer felicidade ao seu coração todos os dias, mantendo sempre na lembrança o Dia da Mãe.

Face à aceitação geral, a sra. Jarvis e os seus apoiantes começaram a escrever a pessoas influentes, como ministros, homens de negócios e políticos com o intuito de estabelecer um Dia da Mãe a nível nacional, o que daria às mães o justo estatuto de suporte da família e da nação.

A campanha foi de tal forma bem sucedida que em 1911 era celebrado em praticamente todos os estados. Em 1914, o Presidente Woodrow Wilson declarou oficialmente e a nível nacional o 2º Domingo de Maio como o Dia da Mãe.

Hoje em dia, muitos de nós celebram o Dia da Mãe com pouco conhecimento de como tudo começou. No entanto, podemos identificar-nos com o respeito, o amor e a honra demonstrados por Anna Jarvis há 102 anos atrás.

Apesar de ter passado quase um século, o amor que foi oficialmente reconhecido em 1907 é o mesmo amor que é celebrado hoje e, à nossa maneira, podemos fazer deste um dia muito especial.

E é o que fazem praticamente todos os países, apesar de cada um escolher diferentes datas ao longo do ano para homenagear aquela que nos põe no mundo.

Até a alguns anos atrás, o dia da mãe era comemorado a 8 de Dezembro, mas atualmente o Dia da Mãe é no 2º Domingo de Maio, em homenagem a Maria, Mãe de Cristo.

Disponível em http://www.mensagensvirtuais.com.br/mamae/historia.php





E com a canção Mãe, de Fábio Jr, quero deixar minha profunda gratidão à todas as Mamães!


terça-feira, 5 de maio de 2009

Encontrei-te adormecido

Procurei-te no espaço do tempo
E só encontrei o vazio das horas
Clamei por ti nos campos verdejantes
E só ouvi o farfalhar das folhas secas
Busquei-te pelas ruas frias
E só avistei maltrapilhos esquecidos
Perguntei por ti à misteriosa noite
E só obtive a escuridão como resposta
Indaguei por ti ao irmão sol
E tudo o que consegui foi seu calor
Esquadrinhei por entre as belas flores
E só pude sentir a mistura dos perfumes
Vasculhei dentro em mim
E encontrei-te adormecido...
E enquanto aí estiveres
O delgado fio da esperança
Não se romperá
E quando despertares
Tudo será renovado
Pela tua inefável força.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Homo sapiens x Ego

Olá pessoas. Cá estou para responder à pergunta correspondente à segunda regra do Prêmio Lemniscata.
Não chega a ser a resposta, mas sim uma indagação pobre, ante a situação atual da nossa humanidade ou sei lá... vejam por vocês mesmos!



A mesquinhez, a falta de bom senso, a falsidade e tantos outros sentimentos negativos são frutos do coração humano. Nossa sociedade (des)organizada produziu seres capazes de passar por cima de outros para “contar vantagem” sobre si mesmos. Erguemos altares em todos os cantos para saudar, venerar e adorar nosso Ego.
Como pode o homem sábio (homo sapiens), um ser dotado de inteligência, capaz de organizar suas idéias e desempenhar tarefas complexas que outros animais não seriam capazes, anular o outro para ser exaltado e celebrado entre outros? O ego na maioria das vezes fala mais alto!
O homem sábio vivendo em sociedade criou regras, parâmetros, modelos de vida, e vemos hoje, que mesmo com tanta inteligência, não é capaz de encontrar soluções para os problemas que vivenciamos: pobreza, violência, falta de ética e tantas outras coisas ruins que vemos todos os dias por onde passamos.
Caminhamos assim para a auto-destruição ou para uma nova evolução da espécie (se é que isso é possível)?
Só o tempo será capaz de dizer, mesmo que não fale!

E enquanto isso não acontece, permaneço aqui na blogosfera, inundando-a com meus parcos pensamentos.

sábado, 2 de maio de 2009

Prêmio Lemniscata


Selo Prêmio Lemniscata

Olá pessoas!
Estou muito feliz por receber mais um selinho: Prêmio Lemniscata!
Ele me foi repassado pela Suellem do blog
http://suellemboton.blogspot.com/

Agradeço imensamente pelo reconhecimento da minha arte, já que o prêmio é destinado aos blogs que “demonstram talento, seja nas artes, nas letras, nas ciências, na poesia ou em qualquer outra área e que, com isso, enriquecem a blogosfera e a vida dos leitores.” (Disponível em
http://creationslemniscata.blogspot.com/2009/04/premio-lemniscata.html)

As regras para esse prêmio são as seguintes:

1 - O premiado deverá expôr o selo no seu blog e atribuí-lo a 7 outros blogs que considere merecedores.

2 - O premiado deverá responder à seguinte pergunta: O que significa para si ser um Homo sapiens?

Quanto aos blogs, os indicados são:

http://panoepapel.blogspot.com/ (Cáu - pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)
http://espiritodameia-noite.blogspot.com/ (Davi – pela divina inspiração que muito me agrada)
http://donapoesia.blogspot.com/ (Maria das Neves – pela força, amor, empenho e dedicação com as letras)
http://martaorigamis.wordpress.com/ (Marta Ide – pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)
http://efigeniacoutinhopoesias.blogspot.com/ (Efigênia – pelas poesias e lindos sonetos que tenho prazer em ler)
http://amopapel.blogspot.com/ (Ivani – pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)
http://catarinasart.blogspot.com/ (Catarina - pela criatividade, carinho e simplicidade com que faz seu trabalho)

São algumas palavras apenas, mas todos os indicados fazem muito bem o que fazem! E isso nos engrandece, e muito!

Quanto à regra 2, logo volto pra responder!


Abreijos!

Tradutor - Translate

Visite-os também e surpreenda-se!