sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Balanço de Fim de Ano

     Último dia do ano. Um novo ano vai chegar. Esperamos e confiamos que tudo será diferente, melhor do que foi este.
     Neste dia paramos e fazemos uma reflexão sobre como foram os 365 dias que se seguiram. Conquistamos coisas e perdemos outras: amigos, familiares, bens materiais, enfim... é a lei da vida.
     Neste dias prometemos a nós mesmos e nos comprometemos com mudanças, isto é, a sermos melhores nos 365 dias que se seguirão; aguardamos graças e milagres em nossa vida – cada um espera por algo – mas, para que isto aconteça, é necessário muito trabalho de nossa parte. 
     Devemos acreditar sim, que há uma vontade e força divina que nos ajuda, entretanto, ela nada poderá fazer, se o desejo por mudança, o desejo de ser melhor e de alcançar tudo o que almejamos não partir de cada um de nós.
     Toda mudança exige muito de nós, assim sendo, desejo:
     - Coragem, para enfrentar os obstáculos que porventura encontrarem no caminho;
     - Paciência, para saber lidar com qualquer situação, de modo especial as que exigem mais empenho de cada um;
     - Fé, para que continuemos acreditando que tudo é possível;
     - Perseverança, para seguir buscando nossos objetivos;
     - Saúde, para que possamos fazer tudo isso;
     - Amizade, para que possamos ter ombros para nos apoiar e ouvidos para nos ouvir quando precisarmos;
     - Amor, para fazermos tudo o que for preciso da melhor maneira possível;
     E Paz, para que possamos viver bem conosco e com os outros que estão à nossa volta.

     Um Ano Novo de muitas realizações, começa com cada um de nós!
     Que tenhamos um ótimo 2011, e que Deus caminhe ao nosso lado!

     Agradeço a todos que estiveram presente em minha vida: à minha família, aos meus amigos mais próximos e aqueles que estão longe, aos meus companheiros de trabalho, e aos amigos que estiveram presentes aqui no Blog, seja pela poesia da vida ou pelo origami, com seus comentários que muito me alegraram e a todos que visitaram este espaço!

Feliz Ano Novo!!!
Feliz 2011!!!

Abreijos
Silvio Luiz


Muni - Isa Klein e Presente

Oi pessoas!
Vim postar para vocês o Muni, mais um presentão da Isa Klein do Diagramas & Cia.
Tão logo vi o fotodiagrama que ela disponibilizou (clique aqui para ver o fotodiagrama), e já comecei a dobrar.


Módulos prontinhos para montagem:


Peça pronta! Um verdadeiro espetáculo! Eita mulher criativa!!! =D


Obrigado mais uma vez por nos presentear Isa, e que 2011 seja para você um ano de muita paz, felicidade, saúde, cores e dobras. Que Deus a ilumine sempre!

E... enquanto dobrava, eis que ouço um barulho de algo sendo jogado na área. Era uma cartinha da Marta Ide do Blog Transformando Papel em Surpresas, contendo presentinhos aos que participaram da promoção do 1º do Blog; olha só que coisa linda:


Marta, a guirlanda é linda já está na porta do meu armário/biblioteca; minha vó e minha mãe ficaram encantadas e a mandalinha linda também está enfeitando o armário da cozinha!
Muito obrigado pelo carinho, um Feliz Ano Novo e que 2011 seja um ano de muita paz, saúde, felicidade e criatividade para você também! Deus a ilumine sempre!

Abreijos!

sábado, 25 de dezembro de 2010

Aresta - Isa Klein

Oi pessoas!
Venho aqui trazer uma peça, cujo diagrama foi um presente de Natal da Isa Klein do Diagramas & Cia, para os dobradores de plantão: o Aresta.


Depois do almoço em família, passei a tarde para executá-lo. O módulo é fácil de dobrar, mas devo confessar que me embananei na hora de montá-lo (por pouco não amassei tudo), entretanto, a paciência é uma virtude e, em se tratando de origami eu não desisto com facilidade; posso errar, mas não desisto. Assim como o Bromélias, eu adorei dobrá-lo. 
Obrigado Isa por nos presentear com mais uma peça espetacular!
Abreijos


sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

"Nasceu-vos hoje um Salvador..." (Lc 2,11)


E deu à luz seu filho primogênito, e, envolvendo-o em faixas, reclinou-o num presépio; porque não havia lugar para eles na hospedaria.
Havia nos arredores uns pastores, que vigiavam e guardavam seu rebanho nos campos durante as vigílias da noite.
Um anjo do Senhor apareceu-lhes e a glória do Senhor refulgiu ao redor deles, e tiveram grande temor.
O anjo disse-lhes: Não temais, eis que vos anuncio uma boa nova que será alegria para todo o povo: hoje vos nasceu na Cidade de Davi um Salvador, que é o Cristo Senhor.
Isto vos servirá de sinal: achareis um recém-nascido envolto em faixas e posto numa manjedoura.
E subitamente ao anjo se juntou uma multidão do exército celeste, que louvava a Deus e dizia: Glória a Deus no mais alto dos céus e na terra paz aos homens, objetos da benevolência (divina).

(Lc 2, 7-14)

Feliz e Santo Natal  
a Todos!


domingo, 19 de dezembro de 2010

Mandala = Estrela


Oi Pessoas!
Olha só essa estrela que linda! E o papel é a parte metalizada das caixas tetra-pak, idéia sensacional e sustentável do Clerdes Vargas.
O modelo é uma mandala que vi no blog Art's Origami do Vagner Alves, que você vê clicando aqui.
Bacana não é?

Abreijos!


sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Promoção Art's Origami - Dobre essa idéia



Tem promoção no Blog Art's Origami do Vagner Alves, em comemoração das 5000 visitas

As inscrições vão até 18/01/2011

Participe clicando no título desta postagem ou aqui.


quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Sorteio de Natal no blog by Jackie Sotero

Oi Povo! Saudades!
Vim aqui convidá-los a participar do Sorteio de Natal que a Jackie preparou.
As regras são bem simples, o presente é surpresa e as inscrições serão feitas através de comentário até sexta-feira 17/12/2010.
Para increver-se clique aqui
Corre lá que ainda dá tempo!
Eu já me inscrevi =D e você tá esperando o quê?

Abreijos!

domingo, 31 de outubro de 2010

Bromélias - Isa Klein

Oi pessoas! A Isa do Diagramas & Cia, organizou um concurso onde os participantes deveriam dobrar o Bromélias - kusudama de sua autoria que completa seu 1º aninho - cujo desfile segue em votação até o dia 02/11, onde os três mais votados receberão papéis marmorizados por ela. Eu participaria do presente concurso, não fosse a falta de tempo para execução. Entretanto, já passei por lá e dei os meus dois votos, e disse à Isa que dobraria mesmo assim... então, aproveitei o domingo para dobrar o meu 1º Bromélias. Eis o resultado:


 É bem fácil de fazer essa peça; o diagrama você encontra aqui; o padrão de montagem segue o do Spring. O papel que utilizei é papel de presente cuja estampa eu gostei muito, parece jeans mesmo.


Eu queria enfeitar mais ele, mas a vontade de vir mostrar foi tanta que nem esperei; já fui tirando fotos para poder postar aqui.


Devo confessar Isa, que gostei mais de dobrar o Bromélias do que o Spring ao perceber que as pétalas que formam a flor ficam mais firmes; esse detalhe parece dar mais leveza e elegância na peça, mas não desmereço o Spring por isso.

Queria parabenizá-la pela iniciativa do concurso e agradecer por disponibilizar o diagrama e dizer também que o próximo a ser dobrado será o Adaga.

Abreijos
Silvio Luiz


quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Procura-se

Exercício poético do CLIRC
Centro Literário Rio Claro

P ercorrendo a estrada da vida
R ecolho lembranças que
O cultas entre as folhas do passado
C antam silenciosamente
U ma sublime canção de saudade.
R elembro quem se foi...
A mores desfeitos, amizades quebradas
- o tempo corre...
S igo o caminho na esperança de
E ncontrar o que sempre procurei...

                                    ... a Felicidade!

 

domingo, 10 de outubro de 2010

Buckyball


Peça dobrada para participar do 
12º Desafio de kusudamas, da comunidade 
A arte do Origami, no Orkut. 
Quer aprender a dobrar? Clique aqui.


sábado, 9 de outubro de 2010


Sonhar com o futuro é bom, 
mas acordar é necessidade 
do tempo presente. 

(Silvio Luiz)


domingo, 3 de outubro de 2010

Eleições 2010





O voto não tem preço,
mas tem consequência.

Dom Raymundo Damasceno Assis

Vote consciente!


domingo, 26 de setembro de 2010

Spiral - Tomoko Fuse


"Eu viajei no tempo só por você
E me perdi no final quando encontrei seu olhar
Nossos destinos desenhando espirais
Eu entendi o sinal pelo seu jeito de rir pra mim"
(Espirais - Marjorie Estiano)

Clique aqui e veja o vídeo tutorial Spiral - Tomoko Fuse no Youtube


domingo, 19 de setembro de 2010

Estrela




"Estrela, por favor escute o que eu vou falar: 
quero te amar mesmo que o sol aparecer..."


sábado, 18 de setembro de 2010

Livro: A Batalha do Apocalipse

A Batalha do Apocalipse
Da Queda dos Anjos ao Crepúsculo do Mundo
[Eduardo Spohr]

 Clique aqui para comprar na Siciliano

Há muitos e muitos anos, tantos quanto o número de estrelas no céu, o paraíso celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o Dia do Juízo Final. Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas. Único sobrevivente do expurgo, Ablon, o líder dos renegados, é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na Batalha do Armagedon, o embate final entre o céu e o inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro da humanidade. Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano, das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval, A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana - é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, repleto de lutas heróicas, magia, romance e suspense.




terça-feira, 27 de julho de 2010

Poema para uma manhã



Na aurora do dia que se inicia
Meus sonhos roubam suas cores
Assim como tudo o que vejo.
Um galo canta ao longe.
Contemplo extasiado mais uma vez
A beleza insondável da existência.
O silêncio é quebrado por passos apressados
Pessoas retomam a labuta diária
Pelo pão de cada dia
Enquanto outros retornam da noite de festa.
Sinto o aroma convidativo de um bom café.
Ainda no meu leito faço uma prece
Agradecendo a nova oportunidade
Àquele que me deu a vida
De poder ver, sentir e ouvir tudo isso!


Silvio Luiz


Imagem disponível em: http://www.baixaki.com.br/imagens/wpapers/BXK3443_de-manha800.jpg

segunda-feira, 12 de julho de 2010

"O tempo ensina, mas não cura"


Você pode ir embora e nunca mais ser o mesmo.
Você pode voltar e nada ser como antes.
Você pode até ficar, pra que nada mude, mas aí é você que não vai se conformar com isso.
Você pode sofrer por perder alguém.
Mas o que vai te fazer falta mesmo, o que vai doer bem fundo, é a saudade dos momentos simples...
De qualquer forma, não esqueça das seguintes verdades: Não faça nada que não te deixe em paz consigo mesmo;
Cuidado com o que anda desabafando; Conte até três (tá certo, se precisar, conte mais);
Antes só do que muito acompanhado;
Esperar não significa inércia, muito menos desinteresse;
Renunciar não quer dizer que não ame;
Abrir mão não quer dizer que não queira;
O tempo ensina, mas não cura.

(Martha Medeiros)

Créditos da imagem: arquivo pessoal



quinta-feira, 24 de junho de 2010

Retornando

Olá pessoas! Saudades de todos.
Marcando meu retorno à Blogosfera, depois de um tempo "entre as sombras" do desânimo, da tristeza, enfim..., coisas da vida, trago uma reflexão muito oportuna sobre mudanças e/ou renovação. Aliás, falando em mudanças, espero que gostem do novo layout do blog!
Bem, depois de um tempo mergulhado no marasmo, constatamos que mudanças não vem de fora, elas não caem em balões sobre nós, ninguém muda se não quiser por si próprio renovar-se. Entretanto, quando tratamos de mudanças, muitos já pensam em mudar visual, cortar e/ou pintar o cabelo, fazer um tratamento estético, uma cirurgia plástica, entre outros, e se esquecem de que mudanças externas não resolvem nossos problemas internos: são apenas disfarces, máscaras para esconder nossos desgostos e descontentamentos.
A verdadeira mudança e/ou renovação deve começar por dentro (o que não é uma tarefa fácil), assim as mudanças externas vão surgindo da forma mais natural possível.
Por isso, como muitos já conhecem, usei a lenda da Fênix nessa reflexão, espero que gostem.
Um grande e fraterno abraço a todos!


“Mudanças externas são vazias de sentido, se o interior continua inabitável.”

Segundo a lenda, a Fênix renasce das próprias cinzas.
Ao sentir que a morte se aproxima, a Ave de Fogo passa por um processo de autocombustão, que começa de dentro para fora, consumindo-se assim em flamejantes chamas de fogo e triunfante renasce do pó das cinzas; recomeça do zero para uma nova jornada, pronta para reaprender a ver e sentir o mundo.
Como essa lendária ave, devemos nos lançar aos desafios sem medo de começar do zero, sem medo da solidão, da morte, da distância, etc.
Ser como Fênix: é não ter receio de novas oportunidades, é conhecer seus limites até então intangíveis, é desafiar-se, é renovar-se, é superar-se sempre!
Mudanças são sempre dolorosas (Fato!), devem começar de dentro para fora, assim como a Fênix.
Renovar-se como Fênix é livrar-se de todo sentimento ruim, é queimar tudo o que não é bom para nós, é executar todo tipo de mudança interna e de forma natural, renovar-se externamente. Mudanças externas são vazias de sentido, se o interior continua inabitável.


domingo, 7 de março de 2010

Dia Internacional da Mulher

Olá pessoas!

Cá estou eu para homenagear as Mulheres pelo seu dia! Como em 2009, trago um poema criado especialmente para esse dia, e uma rosa! Em 2009 a rosa foi dobrada por mim, especialmente para a data, e como sei que mulheres gostam de rosas, como bem nos lembra Ana Carolina: "toda mulher gosta de rosas, e rosas e rosas, muitas vezes são vermelhas, mas sempre são rosas", em 2010 trago uma imagem feita por mim, no quintal de casa, a qual ofereço à todas as mulheres nesta data. Abreijos!



Ode ao dia da Mulher

Bendita és tu, oh mulher amada
Que nos trouxe a este mundo.
Neste dia, escrevo estas palavras
Que lhe dedico com carinho profundo

Respeito intenso e sincero
É o que devoto a ti neste dia.
Tantas qualidades em ti enumero
A vida contigo tem mais alegria.

Quanta beleza e ternura há em ti
Quanto amor, delicadeza e atenção
Com tantas virtudes assim
Prova-se quão puro é teu coração.

Seja alta, média ou baixa
Seja magra, forte ou gordinha
Seja loira, morena ou ruiva
Seja jovem, adulta ou velhinha.

Seja branca, negra ou mulata
Não importa a religião nem a localidade.
Parabéns mulher, por essa data
Realizações e muitas felicidades.

Silvio Luiz


domingo, 21 de fevereiro de 2010

Foreign visitors

To foreign friends who always visit
and read the blog, Thanks!
Let also your comment
I'm not good with English,
but I promise to answer them.

Silvio Luiz

Milho de pipoca - Rubem Alves

"Milho de pipoca que não passa pelo fogo continua a ser milho para sempre." 



Assim acontece com a gente. As grandes transformações acontecem quando passamos pelo fogo.

Quem não passa pelo fogo, fica do mesmo jeito a vida inteira. São pessoas de uma mesmice e uma dureza assombrosa. Só que elas não percebem e acham que seu jeito de ser é o melhor jeito de ser.

Mas, de repente, vem o fogo. O fogo é quando a vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: a dor. Pode ser fogo de fora: perder um amor, perder um filho, o pai, a mãe, perder o emprego ou ficar pobre. Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão ou sofrimento, cujas causas ignoramos. Há sempre o recurso do remédio: apagar o fogo! Sem fogo o sofrimento diminui. Com isso, a possibilidade da grande transformação também.

Imagino que a pobre pipoca, fechada dentro da panela, lá dentro cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou: vai morrer. Dentro de sua casca dura, fechada em si mesma, ela não pode imaginar um destino diferente para si. Não pode imaginar a transformação que esta sendo preparada para ela. A pipoca não imagina aquilo de que ela é capaz. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: BUM! E ela aparece como uma outra coisa completamente diferente, algo que ela mesma nunca havia sonhado.

Bom, mas ainda temos o piruá, que é o milho de pipoca que se recusa a estourar. São como aquelas pessoas que, por mais que o fogo esquente, se recusam a mudar. Elas acham que não pode existir coisa mais maravilhosa do que o jeito delas serem. A presunção e o medo são a dura casca do milho que não estoura. No entanto, o destino delas é triste, já que ficarão duras, a vida inteira. Não vão se transformar na flor branca, macia e nutritiva. Não vão dar alegria para ninguém.

Extraído do livro "O amor que acende a lua", de Rubem Alves





segunda-feira, 15 de fevereiro de 2010

Carnaval e Mascarados

Carnaval, festa das máscaras
Das cores e do samba
Ritmo quente que envolve
Da cabeça aos pés.
Mascarados aqui e ali
Cantando e dançando
Foliões festejando, enfim...
Entretando, alguns levam
O Carnaval de um modo tão sério
Que continuam a usar
Suas máscaras e disfarces
O ano todo...
A vida é uma grande festa
Mas, seria tão interessante
Se os foliões fossem
Aquilo que são na realidade
Por trás das máscaras.
O mundo seria mais bonito
Se as pessoas não fizessem
De suas fantasias e máscaras
Suas roupas definitivas!


Silvio Luiz

terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Chegou! Projeto Giramundo

Oi Pessoas, tô feliz! =D

Foi uma surpresa ontem quando cheguei do trabalho, e ouvi minha mãe dizer: "chegou a carta com as peças do giramundo". Nossa, foi demais!
É claro que já abri o envelope, ví peça por peça, nome por nome, e senti aquela energia provinda da união pelo origami. A sensação foi e é incrível!
E é lógico, já montei, e aqui trago as fotinhos de todo o processo e a lista que fiz com os nomes dos participantes do meu e do nosso Giramundo!


Participantes desta peça:

Letícia – Fortaleza/CE
Keithy e Heidy – São Carlos/SP
Juliana Matzko – Santo André/SP
João Paulo – Manaus/AM
Bela – Araraquara/SP
Eunice /SP
Regina – Fortaleza/CE
Cláudia Orisampa – São Paulo/SP
Norberto Kawakami – Belo Horizonte/MG
Noêmia – Mogi/SP
Natália Batista – Recife/PE
Marta – São Paulo/SP
Márcia Braga /RJ
Emanoele Serra – Rio Grande/RS
Maitê – Recife/PE
Lus de Pessoa – Brasília/DF
Luciana Maron – Belo Horizonte/MG
Lu Arte – Curitiba/PR
Lucas Origami – Recife/PE
Yann Bezerra – Fortaleza/CE
Wilson Queiroz – Manaus/AM
Koka /SP
Thamiris – Franca/SP
Tchami – São Paulo/SP
Tadashi – São Paulo/SP
Silvio Luiz – Rio Claro/SP
Sabrina Mieko – São Carlos/SP
Rosi – Curitiba/PR
Roberto Colombo – Nova Veneza/SC
Edi Brasil – Brasília/DF
Sayuri – São Bernardo do Campo/SP
Elias Pires – Manaus/AM
Ely – Manaus/AM
Eva – Olinda
Fátima Guimarães – Teixeira de Freitas/BA
Flávia Nery – Rio de Janeiro/RJ
Gii – Manaus/AM
Heloá Aires – Campina Grande/PB
Isa Klein – Timóteo/MG
Djow – Indaiatuba/SP
Dizzi (Dianna Y.) – São Paulo/SP
Diego – Canela/RS
Didita – Floripa/SC
Daniel Thomás – Manaus/AM
Dan – Itajaí/SC
Clerdes Vargas – Curitiba/PR
Ciliane – Floripa/SC
Christiano – Rio de Janeiro/RJ
Lydia – Brasília/DF
Charlene – Belo Horizonte/MG
Guilherme – Novo Horizonte/SP
Bianca – São Paulo/SP
Beth – Osasco/SP
Andréa – Alta Floresta/MT
Amanda Senna – Olinda/PE
Amália – Rio de Janeiro/RJ
Agnes – São Paulo/SP
Adrielle – Manaus/AM

Agradeço a Cáu, do Blog Pano e Papel, a idealizadora e organizadora do projeto, e a todos que participaram!

Um grande e fraterno abraço a todos!


domingo, 17 de janeiro de 2010

Retornando

Olá pessoas! Que saudades!
Depois de muito tempo ausente, venho para fazer a minha primeira postagem do ano.
Mais uma vez quero agradecer todos os leitores e seguidores que continuam visitando, alguns deixando comentários, outros não, mas não deixando de visitar, enfim...
Neste 2010 comprometo-me a atualizar pelos menos uma vez a cada mês, já que o tempo que me resta para acessar é pouco, assim não abandono o blog e também não deixo de visitar àqueles que também me visitam.
Um grande e fraterno abraço a todos, e um 2010 de muitas realizações e vibrações positivas pra todos nós!

E para começar bem este ano, deixo pra vocês uma homenagem em forma de poema:


Ode ao Poeta

Canta teus versos, oh poeta
Recita-os como orações sussurradas
Talhe-os com as mãos, em pedras
Em pedras, obstáculos na estrada.

Deixa que os peregrinos literatos
Vejam e apreciem vossa sublime criação
Sejam versos livres ou cadenciados
Sejam versos alegres ou não.

Rejubila-te poeta nobre e corajoso
Cante e proclame sempre tuas verdades
Semeia a tolerância para o que é novo
Cultive a paz e a justiça no coração
                                   [da humanidade.

Silvio Luiz

Tradutor - Translate

Visite-os também e surpreenda-se!