quinta-feira, 24 de junho de 2010

Retornando

Olá pessoas! Saudades de todos.
Marcando meu retorno à Blogosfera, depois de um tempo "entre as sombras" do desânimo, da tristeza, enfim..., coisas da vida, trago uma reflexão muito oportuna sobre mudanças e/ou renovação. Aliás, falando em mudanças, espero que gostem do novo layout do blog!
Bem, depois de um tempo mergulhado no marasmo, constatamos que mudanças não vem de fora, elas não caem em balões sobre nós, ninguém muda se não quiser por si próprio renovar-se. Entretanto, quando tratamos de mudanças, muitos já pensam em mudar visual, cortar e/ou pintar o cabelo, fazer um tratamento estético, uma cirurgia plástica, entre outros, e se esquecem de que mudanças externas não resolvem nossos problemas internos: são apenas disfarces, máscaras para esconder nossos desgostos e descontentamentos.
A verdadeira mudança e/ou renovação deve começar por dentro (o que não é uma tarefa fácil), assim as mudanças externas vão surgindo da forma mais natural possível.
Por isso, como muitos já conhecem, usei a lenda da Fênix nessa reflexão, espero que gostem.
Um grande e fraterno abraço a todos!


“Mudanças externas são vazias de sentido, se o interior continua inabitável.”

Segundo a lenda, a Fênix renasce das próprias cinzas.
Ao sentir que a morte se aproxima, a Ave de Fogo passa por um processo de autocombustão, que começa de dentro para fora, consumindo-se assim em flamejantes chamas de fogo e triunfante renasce do pó das cinzas; recomeça do zero para uma nova jornada, pronta para reaprender a ver e sentir o mundo.
Como essa lendária ave, devemos nos lançar aos desafios sem medo de começar do zero, sem medo da solidão, da morte, da distância, etc.
Ser como Fênix: é não ter receio de novas oportunidades, é conhecer seus limites até então intangíveis, é desafiar-se, é renovar-se, é superar-se sempre!
Mudanças são sempre dolorosas (Fato!), devem começar de dentro para fora, assim como a Fênix.
Renovar-se como Fênix é livrar-se de todo sentimento ruim, é queimar tudo o que não é bom para nós, é executar todo tipo de mudança interna e de forma natural, renovar-se externamente. Mudanças externas são vazias de sentido, se o interior continua inabitável.


Tradutor - Translate

Visite-os também e surpreenda-se!