Visite minha loja no Solidarium

Coruj'arts

sábado, 4 de junho de 2011

Retorno com dobras!

Oi pessoas! Saudades!
Depois de um longo tempo sem aparecer por aqui, eis que me sobrou um tempo para dizer um oi. Estive de férias entre abril e maio; faz uma coisa aqui e outra ali, e quando se vê, já era momento de voltar. Entre as coisas que fiz, foi pintar a casa. Um jogo entre branco e azul harmonia e tudo ficou renovado. 
Continuo escrevendo e dobrando, mas não com frequência como antes.
Então, aproveitando a oportunidade, venho trazer o que dobrei nesse tempo.

Começando pelo Bromélias da Isa Klein, onde usei o papel metalizado das caixas longa vida (tetrapak), idéia do Clerdes Vargas:


Sinceramente, o papel é um tanto ruim de dobrar, e o resultado, dependendo da peça escolhida, não fica tão bom, mas o que vale é a intenção de reciclar e assim contribuir para o meio ambiente, se bem que aqui em casa nunca jogamos esse tipo de material diretamente no lixo: praticamos a separação do que é orgânico e do que é reciclável.

Continuando a postagem, trago um carrossel que dobrei para a sobrinha de um amigo:


No começo, enquanto estava cortando os papéis, não havia gostado do jogo de cores: rosa, amarelo e azul, entretanto, depois de ver a peça pronta, gostei e muito! Dobrei mais um, que também foi para a sobrinha de uma amiga, mas não tenho fotinho dele agora, assim que tiver posto para que vejam o resultado. Neste outro, usei as mesmas cores, porém mais suaves... ficou algo assim, bem bebê. Diferente desse da fotinho acima, o outro tinha embalagem, que também foi fruto de reciclagem.

Na sequência, trago o Elektra. Como já havia dito em outra postagem, gosto de fazer um teste antes de usar o papel colorido para qualquer peça. E como este foi o meu primeiro, usei sulfite branco:


Esse é o meu primeiro Elektra. É muito bom de dobrar; cansa um pouco dobrar 30 módulos, mas o resultado final sempre compensa o desânimo. Como foi feito num final de semana na casa da minha avó, meu primo Guga, que estava lá e me ajudou a dobrar os módulos, assim eu já ensinei ele a fazer também. No final sobraram 6 módulos, então usei para criar uma base para ele, que ficou assim:


Reciclagem é tudo! =D

Na semana seguinte, depois de ter feito o teste com o Elektra, dobrei mais um. Para este usei o papel collor set ou carmim, na cor azul:


Nem sei dizer porque não havia tentado dobrá-lo ainda.
Bom, por ora é só.
Abreijos a todos!

Silvio Luiz

3 comentários:

Ivani disse...

Retorno em grande estilo!

Adorei o Bromélias nesse papel, pode ter dado trabalho, mas ficou lindo!

Beijos.

Silvio Luiz disse...

Oi Ivani! Obrigado pelo carinho da visita e pelo seu comentário!

Realmente é trabalhoso dobrar o tetrapak, mas também gostei de ver o Bromélias sustentável finalizado.

Abreijos e ótima semana!

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Silvio!

Que beleza de trabalho e de paciência!

Encantou-me!

Um beijo,saudades!

Sonia Regina

Tradutor - Translate

Visite-os também e surpreenda-se!